30 junho 2006

Spawn Medieval & Witchblade 01 de 03

Nos tempos atuais, um homem conversa com uma cabeça, presa dentro de uma caixa. Voltando no passado, somos apresentados a Lorde Cardinale, um vilão que possui o poder das trevas (o mesmo do personagem Darkness) e que tem um reino a seus pés. Ele fica conhecendo Matthew Royale, um estudante de magia, que sugere ao tirano atacar Faerie, o reino das fadas, em busca de seus tesouros.

Cardinale gosta da idéia, e Faerie é ferozmente atacada, com os demônios massacrando os elfos e demais habitantes sem dó. Em sua defesa, surge o Spawn Medieval.

Enquanto isso, uma bela garota de nome Katarina encontra a arma conhecida como Witchblade e, junto com seu fanfarrão amigo Stalker, junta-se ao Spawn Medieval, cada qual com suas motivações, para defender Faerie.

26 junho 2006

Spawn 157 [Primeiras Imagens]

Spawn #157 chega às lojas no dia 6 de julho pela Image Comics. Esta edição é escrita por David Hine, com arte e capa por Philip Tan. Seguem as primeiras imagens:



23 junho 2006

Spawn Vs Scorpion


Historia criada por fan, SPAWN VS SCORPION
Apesar de ser em preto e branco, fique bastante impressionado com a qualidade dos desenhos, vale a pena conferir.

22 junho 2006

Capa Spawn 162


Além do bem e do mal! Spawn e Zera lutam nas ruinas da civilazação devastada. Este é o Spawn como você nunca viu antes, enfrentando um adversário insano demais para admitir derrota. Ninguém sairá disto vivo!

McFarlane é processado em US$ 15 milhões

Após um processo que se arrasta há anos, o desenhista Todd McFarlane foi obrigado por decisão da Justiça americana a pagar US$ 15 milhões ao jogador de hóquei no gelo Tony Twist. McFarlane criou um personagem mafioso para o gibi do Spawn com o mesmo nome do atleta, que resolveu processá-lo por danos a sua imagem. Em 2004, McFarlane declarou falência da Todd McFarlane Productions para se proteger, dentro da lei americana, da eventual cobrança da milionária quantia.
Comentário: depois das brigas na justiça contra Alan Moore e Neil Gaiman, chegou a vez de Tony Twist, jogador de hóquei do St. Louis Blues. Parece que a maré de azar de McFarlane continua. Se vocês pararem para ver, perceberão que Tony Twist não apareceu desde a mini-série A Caçada ao Poderoso Chefão. Aí vem a dúvida: será que ele será apagado da existência da história de Spawn?

17 junho 2006

Críticas ao Spawn, McFarlane, Spawnalley e outras coisas mais...

"o poema é como Spawn:Coisa de viado ¬¬ "
Posted by Anonymous to Spawn Alley at 6/15/2006 10:00:18 Pm

Abaixo vou postar na íntegra um debate sobre o spawn que rolou na lista comicsBr:




------------
eu não tenho achado nas bancas da minha região a revista spawn além da
150 alguém sabe o motivo?
------------
Spawn mudou de editora. Agora está saindo pela Pixel Media. Já foram lançados dois números, seguindo a numeração da Abril
------------
Olha, sem querer desmerecer a tua coleção, mas a melhor coisa que te aconteceu foi essa aberração, chamada Spawn, ter parado de chegar nas bancas.
------------
Na verdade, caro João,
Spawn tinha tudo pra dar certo. O problema é o McFarlane que acha q sabe escrever e que ia tomar o lugar do Bendis nos quadrinhos, ou do JJ Abrams, na TV. Ele estragou sua própria criação...
Que fique claro: nada contra Spawn (q realmente tá uma me*da). Tudo contra o prepotente McFarlane. Que ele queime no inferno, ao lado do Malebolgia.
------------
Concordo com tudo que vc falou ai, exceto por uma coisa, a partir da edição 150 spawn virou um gibi totalmente diferente, acho que ta voltando pro rumo, claro que naum vai voltar a ser o que era, mas pelo menos melhorar o que virou da 50 em diante
=)
------------
Será?
Bom, na dúvida, leia. Mas o seguinte, então não é mais o McFarsante que escreve, né?
------------
Bem, respeito a opinião de vocês, mas eu sinceramente, acho Spawn, muito ruim.
Não é tão ruim quanto qualquer coisa do Liefild (esse, sim, um campeão do pior em argumento), mas ainda sim, ruim.
------------
Eu sempre achei o conceito muito interessante.
------------
Spawn numca teve uma premissa que me atraisse e o
ritimo arrastado das histórias era pra desanimar
qualquer um. Era pior do que assistir Dragon Ball Z
=P. O argumento tem mais buracos do que queijo
suíço. E a personalidade dos personagens mais rasa
do que piscina pra molecadinha no clube. Enfim um
retrato fiel dos quadrinhos dos anos 90.
------------
Eu acho a idéia orginal legal.Já comprei Spawn, mas agora só leio em scan mesmo......
------------
Bom, eu não leio Spawn, o conceito é bacana, mas se não tem um argumento descente aí mata qualquer personagem. o McFarlane é um grande desenhista e marketeiro afinal ele já usou o Spawn para quase tudo.
------------
Eu sempre tive problemas com o Spawn, devido a justamente a proposta do personagem. Consegui ler até o número 3, mas parei porque não consegui mesmo ir em frente e me sentir agradado tanto pelo texto como pelos desenhos do McFarlane. Até hoje não sinto falta dele, assim como do Preacher do Ennis.
------------
Como muitos disseram aqui, Spawn tinha muito potencial, e era o personagem menos "plagiado" que a Image tinha.
Mas foi apenas mais um retrato fiel dos quadrinhos dos anos 90, onde o visual até enjoava de tão "inovador", e o roteiro... que roteiro ?
Me lembro até hoje quando aqui por terras tupiniquins, se houvia falar de uma outra grande editora, para competir com a Marvel e a DC. Cheguei até a comprar uns números de Spawn em inglês, mas me decepcionei.
------------
O grande trunfo da Image, era o "visual" arrasador, admito, as imagens, são muito bonitas, mas poderia ter gasto mais com roteiro.
------------
Pra mim a única fase boa do McFarlane foi com o
Hemme-Aranha. Acora, como marketeiro ele é mestre.
Ponto pra ele pela criação da McFarlane Toys. Seu
bonecos são muito bons!!!
------------
Eu tô dizendo, esse McFarlane é uma BAITA MAU CARÁTER!
E digo mais:
1) Ele pode até ser um marketeiro "mais ou menos" - os bonecos são afudê, mas se a história não é boa, não vende nada - vide GIJoe, que é um fenômeno de vendas desde 1982 - e qqr imbecil conhece GIJoe (ou "Comandos em Ação" - por que esse nome...?)
2) O senhor referido anteriormente, além de caloteiro trata MUITO MAL seus fãs. Durante MUITOS ANOS eu comprei a bosta do Spawn (guri novo é foda, compra qqr coisa) e na seção de cartas o cara respondia mais ou menos assim aos leitores:
- "Não gostou do rumo da história? Vai ler outra coisa" ou então "Não preciso de ti, tenho muitos outros trox... leitores que compram essa merd... revista maravilhosa". Coisas assim me deixaram fulo da vida, pois o cara se acha estrelinha e é pior que o Ronaldo Nazário, q é bajulado por todo mundo e não faz merda nenhuma pelo Brasil.
Mas tirando isso, Spawn não é tããããão ruim...
------------
Cara, eu adorava os desenhos dele no Aranha, mas como escritor eu nunca gostei não.
Vcs sabiam que ele foi processado pelo Neil Gaiman por não pagar direitos autorais pelos personagens criados por ele? um personagem é a Ângela caçadora, os outros eu não sei...
------------
Ô, João!
O Spawn até não é de todo ruim. O McFarlane é...
Tu é fo*a!
E como de costume, quando se fala desse gibi, estou uploadando o PROCURADO. Assim que acabar, passo o link pra lista!
------------
A fase McFarlane é a que e mais detesto no Aranha... em segundo lugar vem a fase Larsen... Agora a fase atual ganha disparado em termos de ruindade!!!!!!
------------
Cara, eu adorava os desenhos dele no Aranha, mas como escritor eu nunca gostei não.
Vcs sabiam que ele foi processado pelo Neil Gaiman por não pagar direitos autorais pelos personagens criados por ele? um personagem é a Ângela caçadora, os outros eu não sei...
------------
Não, essa eu não sabia...
------------
o outro é o spawn medieval
------------
Putz, valeu essas informações!
Se eu já não gostava do cara, agora é que simplesmente detesto-o!
Foda-se McFarlane.
------------
Só para constar, eu disse que não gosto do Spawn, não do MacFarlane.
Como não gostar de um cara que muito, muito dinheiro escrrevendo história em quadrinhos e vendendo bonéquinhos?!
------------
Ah, pode gostar dele à vontade, sem problemas. Eu não gosto e nunca gostei, justamente por causa de determinadas atitudes dele. Assim como o Rob Liefeld que, além de ser um desenhista nojento é um tremendo mau caráter também.



É isso aí, o debate pode continuar nos coments =).
Ps. Parece que o Darkness vai pintar por aqui também...
Ps2. Estamos pensando em montar uma corrente de distribuição da coleção em dvd, quem acha legal?

(6)

14 junho 2006

Monólogos de Todd [ Introduções ao desenho da HBO]

Para quem se lembra, McFarlane aparecia antes de cada episódio e falava umas frases, abaixo segue um resumo de todas:

E se, na hora de sua morte,
uma voz das trevas lhe oferecesse
a chance de viver de novo?
Não há tempo para pensar.
Seu coração já parou.
Qual a resposta?

Espero que pense nisso.
Al Simmons não o fez.
Ele nem pestanejou para aceitar.

Al tinha qualidades que desconhecia.
Algo que o Inferno deseja.
Quando ele disse 'sim',
o que recebeu não foi bem o que queria.
Se um dia você ouvir a voz das trevas,
pense bem,
pois terá toda a eternidade
para lamentar sua escolha.

Você sabe mesmo
a diferença entre o Bem e o Mal?
Nessa sua vida de trabalho,
passar nas provas,
fazer amor?
Pode seguramente distinguir
as forças da Luz das do Mal?

Para mim,
nada na vida é apenas preto ou branco.
O Bem sempre tem algo do Mal,
e vice-versa.
Vejam o Spawn:
um assassino em vida,
um soldado do Inferno depois de morto.
Nada cristão.
Se pensar que fez sua escolha por amor,
pelo seu país e por sua esposa,

vai perceber que ele é como nós.
Um coitado na corda bamba,
com o Inferno numa ponta,
o Céu na outra,
e ele no meio, tentando não ser pego.

Entre passear sozinho
no carrossel do Inferno
e ver passivamente

sua esposa dormir com outro,
o que você escolheria?

O cenário que lhes propus é cruel?
Talvez.
Mas o Inferno não é moleza.
É assim que o Inferno mostra a Spawn
que lá não é só um lugar,
mas um estado de espírito.

Fogo, apesar de doloroso,
não é único modo de Malebólgia queimá-lo.
Spawn está aprendendo,
mas os tentáculos negros do Mal
já estão se espalhando.
Verão que o Inferno está vivo
e bem ativo na Terra.

Você crê em causa e efeito?

Se um copo cair, ele quebra?
Se riscar um fósforo, ele acende?
O que você fizer nesta vida,
vai pagar em outra?
Eu acredito.
Spawn também está aprendendo isso.
Apesar de ele querer evitar,
escondendo-se, dormindo...
ele fez um pacto,

e agora os dominós estão caindo.
Ele só pode culpar a si mesmo...
e a mim.

Você reconheceria o demônio?
Seu rosto, seus olhos...
Sentiria um calafrio em sua presença?
Ou acha que ele é vermelho,
com chifres e rabo?

O verdadeiro Mal não é o que esperamos.
Às vezes é grotesco, outras vezes lindo.
Às vezes é um mafioso,
ou um padre,
até o sorveteiro.
Até eu posso ser o Mal.
Assustador, não?

O verdadeiro Mal
sussurra o que queremos ouvir.
E, quando aparece,
diz para não fazermos nada.
Assim está Spawn:
escondido,
fazendo absolutamente nada.

Acham que assassinos devem ser mortos?

E, se os matamos,
aumentamos ou reduzimos o Mal?

Podem responder isso?
Spawn precisa fazê-lo.
Verão que é a hora da verdade
e ele ainda tem suas dúvidas.
Se ele decidir pelo certo,
talvez o Bem ganhe.

Se optar pelo errado...
bom, vocês sabem a resposta, não?
Vão saber.

Traição.
O pior é ser traído por alguém
conhecido, íntimo,
aquele seu amigo
a quem você confiaria a vida.

No caso de Al Simmons,
a derradeira traição
foi ser torrado por um lança-chamas.
O cara que puxou o gatilho,
em que ele confiava,
sorriu ao vê-lo em chamas.

Al Simmons morreu
e fez um pacto com o Inferno.

Ceifaria muitas almas
para voltar para sua esposa.
Ele retornou,
mas degenerado pela morte
e desfigurado.
Mais uma sacanagem:
Al teve que esperar cinco anos.
Quando voltou,
seu amor continuara com a vida

e se casara com o seu melhor amigo.
Tudo não passa de uma piada sádica.
Mas Al não está rindo.

Com vocês: Spawn.
Apaguem as luzes...

08 junho 2006

The Darkness???? (Enquetezinha basica)

Pessoal, gostaria de saber a opinião de quem visita o blog, vcs acham que seria legal colocar o darkness aqui tb?
Tenho lido a serie e achei fantastico, e ai????