26 janeiro 2007

Muda tudo na HQ de Spawn





Spawn já foi um dos personagens mais conhecidos das HQs, quando Todd McFarlane criou-o para lançar a Image Comics, em 1992. Quinze anos depois, a série tem péssimas vendas e um punhado de fãs que agüentaram o complicado roteiro sobre anjos e demônios até aqui.
Boa notícia: a enrolação acabou. A partir da edição 150, o novo escritor David Hine entrou num plano calculado para resolver toda a vida de Spawn, de subtramas até o Armageddon. Quem acompanha a série brasileira, publicada pela Pixel, pode ver literalmente o fim do mundo chegando.
A partir da edição 166, a série entra numa nova direção e, sem entregar spoilers, num novo mundo. Spawn ainda é Al Simmons, tem aquela fuça, as correntes e tal, mas o papo de enviado do inferno se foi. Para quem se importa: Hine amarra todas as pontas soltas da trama atual antes da remodelação.
O escritor e o desenhista Brian Haberlin querem transformar Spawn num legítimo gibi de terror.  
"A partir da 166, seremos mais realísticos. Vamos lidar com conceitos estranhos e pervertidos, mas a ambientação e o estilo serão mais pé-no-chão e quero que os personagens pareçam mais reais, para que os leitores possam se identificar",
disse o escritor ao site Newsarama.
A série tende a atrasar, mas o número 166 deve sair em março nos Estados Unidos. Veja abaixo, na galeria de imagens, um preview da remodelação, com artes e esboços.

22 janeiro 2007

Iain Covenant, o Cavaleiro Negro

Referências: Spawn: The Dark Ages 1-28 (EUA), Spawn: O Livro dos Mortos (Brasil)

ATENÇÃO: como Spawn: The Dark Ages é um possível título a ser publicado no Brasil, abaixo será contado um resumo das 28 edições publicadas da saga do Spawn da Era das Trevas. Se não quiser encontrar surpresas pule para o próximo tópico.

A Idade Média. 
Mais 400 anos se passaram, e o Inferno procurava outro peão entre os pobres e os maltrapilhos do mundo. A busca não durou muito, e nem foi difícil, pois os olhos do inferno encontraram um candidato aceitável no ano 901 a.C. numa terra próxima à fronteira do País de Gales, na Grã Bretanha. Um homem, o senhor da floresta de Rhyll, era tudo o que Malebólgia procurava: um homem de coração nobre, mas culpado.
Um homem cuja virtude estava conspurcada pelo pecado. Um homem justo, cujas mãos estavam encharcadas com a sangue das guerras em que ele havia lutado.
Seu nome era Lorde Iain Covenant, mas ele viria a ser conhecido como O Cavaleiro Negro.
De coração, Covenant era um homem bom e cheio de fé, mas ele tinha fraquezas. Deixou-se envolver num caso amoroso ilícito com uma das damas da companhia de sua irmã, uma mulher linda e inocente chamada Shiann. Sentindo-se culpado, e atormentado por causa de seu caso ilícito, Covenant procurou absolvição aos olhos de Deus. Precisava descobrir uma missão, um feito que mostrasse a Deus que era um homem de virtude e honra. Uma missão que lhe garantisse a absolvição que ele ansiava com toda força de sua alma, a absolvição do pecado.
Covenant, um cavaleiro poderoso, juntou-se à Cruzada do Papa e deixou seu país, na esperança de regressar mais tarde com o perdão que procurava. As Cruzadas levaram-no a terras estrangeiras, nas quais Covenant lutou contra os infiéis guerreiros de Saladino para libertar a Terra Santa do jugo do Diabo. O cavaleiro cheio de fé sentia que com cada golpe de sua lança ajudava a limpar um pouco mais seus pecados. Depois de muitas batalhas sangrentas, ele estava certo de que quando chegasse sua hora, ele seria levado para o Céu.
Sentia-se um homem novo, batizado no sangue dos sarracenos, mas seu triunfo duraria pouco. A hora de Covenant chegou durante o cerco de uma cidade estranha cujo nome ele nunca chegou a aprender. Caiu numa armadilha, montada por um traidor. Muitos homens bons da Cruzada caíram, e entre eles estava Lorde Covenant. Trespassado pelos guerreiros de Saladino, ele caiu na terra, e enquanto morria, permitiu-se um sorriso. Deu as boas vindas à morte com uma prece e preparou-se para ser levado para os Céus, como recompensa pelos muitos infiéis que havia matado em nome de Deus.
Covenant estava enganado.
Não havia salvação para os seus atos, ele foi mandado para o Inferno. Lorde lain Covenant foi entregue aos braços expectantes de Malebólgia. Eles tinham planos para ele, e ofereceram-lhe um pacto. Confuso e perdido, Covenant aceitou. Uma terrível maldição foi lançada sobre ele. Seu corpo foi reconstruído, à imagem de seu novo mestre, infundido com necroplasma e cuspido de novo na Terra.
Covenant era um soldado do Inferno. Ele era o Cavaleiro Negro, conhecido também como o Spawn da Era das Trevas.
Ao chegar na Terra ele estava confuso e furioso, mas o seu senso de justiça ainda prevalecia. O povo de Rhyll agora era governado pelo Barão Rivalen, cunhado de Covenant. Ele cobrava altíssimos impostos do povo já bastante castigado, e quem era encarregado disto era capitão de armas Guy DuBlanc. Em uma ocasião ele estava procurando quem tinha matado três homens em um cemitério (no momento do renascimento Covenant os matou) até chegar a um bar. Depois de ameaçar e matar um homem, Covenant desce do telhado estraçalha o belo e vaidoso DuBlanc, deixando-o completamente louco. Após isto Covenant parte para seu antigo castelo e encontra Cagliostro.
Cagliostro estava lá para ensinar Covenant como deve agir a partir de agora e também mostrar-lhe quem ele era, restaurando sua memória. Covenant então foge por causa da verdade, perguntando por quê Deus o tinha abandonado. Em outro lugar, o Barão Rivalen fez um pacto com as três irmãs de Morrigan, desconhecidas e estranhas mulheres possuidoras de magias. Em troca da vida de sua esposa que estava morrendo ele ajudaria a capturar um novo participante para seus jogos. Elas então entrega para Rivalen um grande elmo que daria poderes para quem o usasse e este o entregou para o desfigurado DuBlanc, que passou a ser conhecido com a Grande Besta e passou a cometer atos de crueldade por todo o vilarejo em busca de vingança contra o Cavaleiro Negro. 
Em um momento de sono Covenant é capturado pelas três irmãs, que extraem dele todos os seus segredos, seus momentos como humano e sua relação com Shiann, a Cruzada na Terra Santa. Covenant também descobre que quando ele deixou Shiann, ele não sabia que ela esperava um filho seu e que ambos morreram no parto. Quando ele não conseguia mais agüentar pediu por ajuda e conseguiu se teleportar para longe, para a presença de Cagliostro e decide então proteger Rhyll, revelando-se para seu povo aos gritos de “Viva, viva”.
Ele então, com seus guerreiros investem contra o exército de DuBlanc, que tinha a missão de matar todo o povo por ordem de Rivalen, que ficou louco depois da morte da esposa. A batalha foi sangrenta, mas Covenant sai vitorioso, porém após isto ele parte de Rhyll em busca de um sentido para sua nova vida, mesmo aos berros de Cagliostro para que ele ficasse.
Após a batalha, DuBlanc, a Grande Besta, estava humilhado e estava a todo custo se vingar pela derrota pelas mãos de Covenant. Seus passos o levaram para a França, onde havia pistas que Covenant estaria ali. Em outro ponto, um homem e sua mulher às portas de dar a luz estava caminhando por uma trilha quando são abordados por assaltantes, mas Covenant os salva e leva a ambos para um mosteiro próximo onde residia uma freira muito especial: Immaculata.
Immaculata era um anjo caçador, mas em um duelo contra um hellspawn que viveu em Tróia, matou várias pessoas e procurava uma forma de expiar seus pecados. Ela então se torna freira e aos poucos sua memória foi-se apagando, mas com a proximidade do hellspawn em seu refúgio, os pesadelos foram aumentando assim como sua memória e ela voltou a ser a poderosa anjo. Isto a levou para um cidade onde sentia a energia infernal do hellspawn, que estava lutando contra DuBlanc que finalmente o havia encontrado. Covenant não via sentido para aquela disputa e foge, deixando DuBlanc furioso. Vendo a figura aterradora na sua frente, Immaculata o confunde com o hellspawn e o ataca, mas logo depois percebe seu erro e as lembranças retornam da época em que ele errou da primeira vez.
Em seu castelo, Cogliostro explica que um anjo está caçando Covenant para matá-lo e o hellspawn acha isto bom, pois acabará com o seu sofrimento. Em uma colina ele avista o anjo e quando está pronto para se entregar à morte ambos percebem chamas ao longe. DuBlanc incendiou o mosteiro pensando que Covenant estaria lá e ambos partem para salvar seus ocupantes. O hellspawn corta o braço de DuBlanc e o ameaça que se ele estiver em seu caminho novamente o matará. Ele entra no mosteiro e salva a todos, menos a mulher e a criança recém-nascida. Mas Immacuta, agora em sua forma humana e arrependida de tentar matar alguém tão nobre, entra na casa e consegue salvar a criança. Logo depois é morta por Cogliostro.
Algum tempo depois voltando para a Grã Bretanha e vendo que sua presença causava riscos para as pessoas, não encontrando uma forma de se matar ou pelos menos acabar com a maldição, Covenant se acorrenta nas paredes do fundo uma caverna até ser encontrada pela jovem Maeve quarenta anos mais tarde.
Temendo uma guerra em casa contra a França, o rei John convoca vários homens para formarem um exército para proteger a coroa. Isto motivou vários homens do condado de Rackham para se apresentarem, entre eles Crispin, pai de uma menina de 14 anos chamada Maeve. Em outra parte ela tem visões de vários homens mortos, os homens de sua vila. Ela correu e encontrou dúzias de cadáveres, inclusive seu pai, beijando-o pela última vez. Ela percebe então que foi Deus que enviou as visões para ela e decide vingar a morte do seu pai e amigos e decide convocar todas as crianças da região para sua cruzada. Ela dizia que Deus iria protegê-la e que Ele forneceria um campeão para ajudá-la e foi algum tempo depois, com seu exército infantil, que ela encontrou a caverna onde estava Covenant. Ela explica a ele que há um grande mal à solta e que deveria vingar a morte de seu pai, e Covenant a ajudaria nisto comando um grande exército. Covenant fica perplexo com a quantidade de crianças que o esperava.
Covenant decide a contra gosto treinar os jovens guerreiros duvidando que Deus poderia ter falando com uma menina tão jovem. Algum tempo depois eles são abordados por homens enviados pelo rei John que ficou sabendo que Maeve poderia ser uma bruxa e capturado as crianças, mas Covenant decide atacar e a batalha tem início. Maeve, Covenant e as crianças saem vitoriosas, mas há baixas para o seu lado, levando-os para a realidade de que qualquer um pode morrer de verdade, não por bricandeira infantil. Percebendo que as crianças perderam sua inocência, Covenant decide partir e faz um apelo para que todos voltem para suas casas. Mas ao contrário do que todos pensavam, as crianças não foram embora e seu número foi triplicado, chegando às centenas, fazendo então com que Covenant permanecesse e os treinasse.
Algum tempo depois o Cavaleiro Negro percebe a presença de algo maligno e vê homens vestidos com pele de animais com intenções hostis. Mais uma batalha se inicia e o jovem exército sai vitorioso. Os estranhos homens remanescentes fogem e as crianças os perseguem até uma ravina. Do alto do monte eles vêem um pesadelo: centenas dos homens estavam a sua espera. Uma sangrenta luta se inicia e há várias baixas para ambos os lados, fazendo com Maeve não acreditasse que isto iria acontecer, mas não a fazendo desistir. Seguindo as pistas, Covenant descobre que quem está por trás do massacre da vila e também dos homens vestidos com peles de animais é seu antigo mentor Cogliostro. Ele explica que está farto do jogo entre o céu e o inferno e quer acabar com sua maldição, então ele deseja fazer um pacto com os deuses do Mundo Verde para viver além do Céu e do Inferno. Para isso ele oferece um sacrifício de sangue, matando as crianças em campo de batalha. É iniciada a luta final.
As forças de Covenant e o jovem exército de Maeve se encontram e há morte de ambos os lados até que tudo parecia já finalizado. Maeve, orgulhosamente, estava comemorando a vitória quando uma flecha transpassou seu coração causando sua morte. Covenant então, para vingar a sua morte, libera pela primeira vez o poder negro que repousava dentro dele e mata todos os seus agressores e jura vingança contra seu antigo mentor. Em outra parte Cagliostro tenta convocar os deuses do Mundo Verde em cobrança do sacrifício que efetuou, mas os deuses o ignora por o acharem sem valor. Após isto Cagliostro vai embora da Inglaterra.
Alguns anos mais tarde Covenant aceitou sua condição de Hellspawn e voltou para Rhyll. Lá chegando ele se tornou seu rei e seu guardião. Um ano após a maior batalha que ele travou em Rhyll, seus súditos o presentearam com um presente: um grande machado de guerra que pesava mais de meia tonelada. Enquanto ele seu povo comemorava, as trevas tomam conta de seu ser e ele cai desmaiado. Ao acordar ele vê corpos daqueles que estavam com ele por toda parte, completamente massacrados. Covenant não compreende o que aconteceu e procura por sobreviventes. Eles chegam do meio da floresta e começa a atacar seu líder, culpando-o pela morte de seus amigos e parentes. Covenant, completamente atônito, parte procurando por respostas. Ele vai em busca de Cagliostro para saber se o hellspawn foi culpado pelas mortes, e o ele explica que Covenant foi culpado, talvez não diretamente pelas mortes, mas por trazer desgraças para aqueles que se aproxima dele. Covenant então vai embora continuando sem saber o que aconteceu.
Caminhando sem destino ele vê o fantasma de sua antiga amada Shiann. Ela o leva até um círculo de pedra e se desfaz revelando um grupo de druidas, homens e mulheres de uma religião que cultuavam as forças da natureza. Eles eram liderados por um homem chamado Gareth que temendo pelo mal que havia dentro do hellspawn faz um encantamento junto com seus irmãos para roubar o necroplasma do corpo de Covenant. O necroplasma é trancafiado numa jaula feito de ossos. Gareth então vai embora deixando o hellspawn, agora sem o poder negro dentro dele e com uma sensação de que agora estava livre da maldição.
Em outro ponto um grupo de bárbaros encontra com Covenant pelo caminho. Eles ficam sabendo que algo matou os habitantes de Rhyll, além de espalhar morte pelas estradas. Covenant tenta enfrentá-los, mas como agora ele não possui o necroplama, é facilmente dominado por eles e deixado para morrer na estrada. Ele então retorna para Rhyll completamente ferido implorando por ajuda, mas tudo que consegue é o ódio de seus habitantes que o crucifica sobre um monte de madeira para ser queimado. Neste momento um garoto chamado Alek chega dizendo que encontraram outra pessoa mutilada. Todos correm para ver e Alek aproveita para solta Covenant, o único que acreditava em sua inocência. Os habitantes não compreendem como alguém pode ter morrido se Covenant estava amarrado até perceberem que ele não foi culpado pelo massacre, e sim algo que agora é chamado de Besta da Floresta. Os aldeões voltam para pedir perdão ao seu mestre, mas ele já tinha partido.
O Cavaleiro Negro procura por Cogliostro, que fica perplexo que o hellspawn agora estava sangrando vermelho, portanto era um humano com aparência de um ser do Inferno. Cogliostro então vai embora pois um humano não tem utilidade para ele, pois sua missão é encontrar e treinar hellspawns. Covenant não entende e agride Cogliostro, mas sem poderes é subjugado e deixado para trás.
Covenant então caminha pelas estradas da Grã Bretanha até encontrar um homem chamado Peter que o acolhe em sua casa. Covenant fica intrigado com o rosto deformado do fazendeiro, e este lhe diz que foi por culpa de um homem chamado Blakert que subjugou a cidade de Turnbold e a tornou numa cidade de assassinos e escravizou várias pessoas, entre elas a esposa de Peter. Covenant fica comovido com a história e se oferece para trazer a mulher de volta. Ele então vai para a cidade e consegue matar Blackert, logo depois procura pela esposa de Peter e a salva, mas logo depois é capturado pelos homens de Blackert e jogado em uma cela no subterrâneo. Mais tarde ele é interrogado por Marcellus, agora senhor de Turnbold, que o leva para uma sala de tortura. Covenant então percebe que a sala contém celas com vários homens mutilados que serviriam de comida para os ladrões. Ele fica horrorizado com a visão e quando começa a também ser mutilado percebe um rato em seu ombro e isto o faz lembrar das palavras de Cogliostro que dizia que as bestas da escuridão providenciariam forças para ele. Então ele come o rato fazendo com que os grilhões que o prendiam se arrebentassem.
Usando agora um poder temporário, ele põe medo em Marcellus e seu ajudante Leech. Covenant então, como punição, os obriga a devorarem um ao outro e quem sobrevivesse estaria livre. Marcellus sai vitorioso, mas Covenant estava a ponto de matá-lo quando prisioneiros imploraram para ficar ele para sofrer da forma que sofreram. Covenant então parte deixando Turnbold completamente em chamas.
Em suas andanças ele também encontrou o gigante Dumas que lhe ensinou várias coisas, como filosofia, física, literatura, alquimia e a arte da explosão usando pólvora. Depois de meses de estada com Dumas ele partiu assim que o gigante morreu, dizendo para ele abandonar sua vinda como Iain Covenant e assumir uma nova identidade: Spawn. Ele também encontrou um bispo Gaston Gui que estava morrendo e para se revigorar roubou o necroplasma que estava com o duida Gareth. O bispo injetou o poder negro em suas veias e se tornou uma monstruosidade. O druida, junto com a guerreira Raven, procuram pelo hellspawn para impedir que a cidade seja destruída pelo novo servo do Inferno. Mas antes eles passam por Rhyll e descobrem que a vila foi mais uma vez destruída por vikings e que Alek está em posse deles. Os três, juntos com alguns sobreviventes e também Peter, matam todos os saqueadores e resgatam Alek. Depois de começarem a reconstruição de Rhyll, o hellspawn e o duida, juntos com Cagliostro, que decidiu se unir a eles partem para a cidade do bispo Gui para retomar o necroplasma.
Lá chegando o trio vê a cidade completamente morta e são abordados pelo bispo, agora completamente transformado. A luta é ferrenha e o Cavaleiro Negro duela com o bispo enquando Gareth realiza o encantamento para aprisionar o necroplasma mais uma vez, porém algumas gotas foram respingadas em corpos mortos, criando um ser composto de carne e ossos. Gareth é morto e Spawn é engolido pelo monstro, mas o hellspawn absorve a energia negra dos ratos e vermes que ocupavam o estômago do monstro que explode. Covenant e Cogliostro partem levando o necroplasma para um local seguro. Spawn então enterra a gaiola contendo o necroplasma em um círculo de pedra e se despede de Cagliostro que espera pela chegada dos servos do Oitavo Círculo para reclamar sua alma, já que pensavam que ele tinha morrido devido ao desaparecimento do necroplasma. Ele retorna para Rhyll, mas um novo choque o esperava: todos os habitantes, com exceção de Alek e Raven, morreram por causa da Besta da Floresta. Neste momento surge Alek, que na verdade era o Vandalizador, um dos Irmãos Flebíacos, que tomou a forma do garoto quando ele morreu no primeiro massacre de Rhyll. Quando Spawn ia dar cabo do Vandalizador, surgem os outros quatro irmãos, liderados pelo Violador. Eles queimam e mutilam o corpo do Cavaleiro Negro e quando estava a ponto de morrer viu a alma de Shiann, que pedia para ele deixar-se morrer pois já que não possuía necroplasma os demônios não poderiam tomá-lo uma segunda vez. Quando o corpo de Spawn deixou de viver, sua alma e de sua amada Shiann voaram para a eternidade. Foi o fim da maldição e início da redenção do mais bravo e valoroso hellspawn que surgiu na face da Terra: Lorde Iain Covenant, o Cavaleiro Negro, Spawn da Era das Trevas.

Spawn Medieval

Referências: Spawn 9, 13 e 14, A Bíblia do Spawn, Witchblade: Era das Trevas, Altered Image 2-3 (EUA)

Sir ]ohn de York nasceu na Inglaterra em 1106. Sua vida familiar contrastava com a intranqüilidade civil que tumultuava o país. Seu pai, um mercador de vinho, era parente distante da nobreza. Assim sendo, John pôde tornar-se escudeiro aos dezesseis anos e cavaleiro aos dezenove.
Como cavaleiro andante, Sir John associou-se aos soldados do Rei Henrique II para debelar os últimos focos da guerra civil. O heroísmo do jovem chamou a atenção do rei e abriu-lhe as portas da corte. Seus méritos haviam sido reconhecidos. No entanto, a maior paixão dele ainda era a batalha.
Em 1170, o Rei Henrique teve problemas com a Igreja. Ele havia providenciado para que seu amigo, Thomas Becket, se tornasse o Arcebispo de Canterbury. Becket, no entanto, passou a defender a Igreja, opondo-se ao soberano. Em um acesso de raiva, Henrique proferiu insultos que Sir John e três colegas entenderam erroneamente como ordens. Os quatro assassinaram Becket. O escândalo resultante comprometeu o rei, que dispensou Sir John de seus serviços. Em desgraça, o cavaleiro estava disposto a tudo para limpar o nome. Em 1171, Henrique mandou soldados para a Irlanda, onde havia normandos refugiados. Ansioso para resgatar sua reputação, Sir John aliou-se aos homens do rei. A batalha foi terrível e ao final dela o monarca obrigou os barões normandos a jurarem lealdade. O jovem havia se redimido no campo de batalha e suplicou ao soberano a permissão para voltar à corte. Entretanto, os guardas que o próprio Sir John havia treinado o julgaram como um assassino e o mataram.
Houve trevas. Então, uma voz aterradora ofereceu ao guerreiro tudo o que quisesse. Sir John, o filho do mercador, achou que poderia empreender uma astuta barganha e pediu que seu nome fosse limpo. A voz tonitruante concordou.
Súbito, o cavaleiro viu-se nos arredores de York, perto da loja de seu pai, trajando armadura e ostentando um estandarte que jamais havia visto antes. No lugar da casa de sua família, havia uma lápide com seu nome e as palavras "herói do reino”. Sir John ouviu então uma gargalhada zombeteira ecoando das profundezas. Ele havia se tornado um hellspawn em troca da oportunidade de ver o próprio túmulo - e nada mais.
Desde então Sir John passou a vagar pela Inglaterra tentando se redimir de seu erro. No ano de 1175, ele se aliou à Katarina, uma mulher que ele se apaixonou no passado e que agora possui a manopla mística Witchblade, para lutar contra o Lorde Cardinale, um homem que conseguiu se apossar do poder da Escuridão, conhecido com Darkness e pretendia dominar o mundo de Faerie, um mundo de magia, em busca de poder para dominar o planeta. Ambos, auxiliados com o dono de uma taverna e ganancioso Stalker, enfrentaram as hordas das trevas e viajaram ao mundo pacífico de Faerie onde Lorde Cardinale e seu imediato Royale os aguardavam. No fim eles conseguem invadir o castelo ocupado por Lorde Cardinale e Sir John decepa sua cabeça enquanto Royale fugia. Mais tarde, depois do acontecido, Sir John conta para Katarina que ambos se conheceram quando ele era vivo numa taverna. Depois de muitas taças de vinho eles foram para um campo isolado e fizeram amor, e por causa deste amor que ambos conseguiram triunfar sobre as hordas de Cardinale, mas Katarina diz que aquele dia foi só uma diversão e que ela não o amava. Isto partiu o coração do hellspawn.
Ambos se encontrariam novamente algum tempo depois no evento conhecido com Altered Image (Imagem Alterada). Nesta saga que se passa no presente e no passado, uma menina em coma, mas com extraordinários poderes psíquicos, transforma seus sonhos em realidade, com o isto a vida dos heróis Spawn, Dragon, Majestic, Witchblade, Shadowhawk e Maxx é alterada, levando-os a espécies de mundos paralelos. Num destes momentos, Sara Pezzini, a portadora da Witchblade atual, depois de uma crise de realidade no século XX acorda no século 12, mas na verdade quem surge é Katarina. Enquanto Sir John estava cavalgando ele vê ao longe um vilarejo em chamas e parte para investigar. Ele então vê Katarina que estava acordando de um desmaio, e ela explica a ele que ali havia dragões que estavam aterrorizando a zona rural por meses e que tentou impedir um deles, mas acabou desmaiando. Eles se unem e cavalgam até chegar a uma vila que está sendo defendida do ataque de um dragão por Sirrah Majestik e Sable Hawk (que são espécies de “antepassados” dos atuais heróis Majestic e Shadowhawk). Os quatro conseguem abater o dragão e este cai sobre uma ponte vigiada por Maxx. Todos acham que há algo errado e percebem que os heróis atuais estão revivendo as vidas das suas contrapartes passadas. No fim, com intervenção dos heróis atuais, a crise é contida.
Outro feito muito importante na vida de Sir John foi a luta que ele teve com o Violador, que foi enviado à Terra para fazer com que o hellspawn cumprisse seu papel com soldado do Inferno. A população estava horrorizada com a notícia de que uma criatura estava matando pessoas e roubando seus corações de vários vilarejos, até que um dia ele captura a donzela amada de Sir John. O Spawn Medieval, agora herói do povo por causa de seus feitos, recebe uma mensagem do próprio Violador para que ele venha recuperar seu amor. A luta entre os dois é ferrenha até que em certo momento o demônio envia uma rajada de fogo sobre o herói que desaparece, deixando apenas seu traje simbiôntico. O Violador então se volta para a mulher e no momento em que ele estava para torturá-la, Sir John reaparece com sua espada e completamente despido de seus trajes. A luta entre os dois prossegue e Sir John consegue fazer com que sua capa e correntes prendam o Violador. Completamente imobilizado, ele consegue usar sua espada para decepar a cabeça do demônio, para total espanto da donzela, que foge ao ver a verdadeira aparência do seu amado. Pela segunda vez coração de Sir John é despedaçado pelo amor.
O último feito do bravo Sir John of York foi quando ele encontrou uma donzela ferida no meio de uma estrada e ela explica que foi atacada por um ogro e este levou sua irmã mais nova para sua caverna sob uma cachoeira. O hellspawn decide ajudá-la, levando-a consigo para mostrar-lhe o caminho. Ambos entram na caverna e quando estavam em seu ventre, a donzela mostra sua verdadeira aparência com Ângela, a caçadora de hellspawns, que o ataca totalmente desprevenido. Ela, depois de subjugá-lo, utiliza sua lança angelical para enviá-lo de volta ao Inferno sem saber qual era o seu papel depois de sua ressurreição.

Ipsissimus

Referências: Spawn/WildC.a.t.s 1-4

Ipsissimus, na verdade, não se trata de um novo hellspawn, mas sim uma possível versão futura do Spawn do século XX, Al Simmons. Tudo acontece quando seres feiticeiros que vivem além do tempo e do espaço (Chiming Fire, Ladycube, Aiwass e Lord Horse) ficam em constante tédio por já ter visto várias coisas pelo universo em todos os bilhões de anos que existem e criam jogos cósmicos para se entreterem. Um deles cria um talismã que é lançado em nossa realidade com estranhas intenções. Algum tempo depois, Spawn é atacado nos becos por um Bandoleiro mais velho e uma Devota negra, bem diferente da heroína atual. Para quem não sabe, Bandoleiro (Grifter), Devota (Zealot), assim como Vodu (Voodoo), Espartano (Spartan), Marreta (Maul), Void e Warblade fazem parte do grupo de heróis WildC.a.t.s. Eles apareceram diante de um clarão e quase tiveram sucesso em matar Spawn se não fosse pela hesitação de Devota e ambos fogem. Spawn então faz contatos com a CIA em busca de informações e consegue localizar a sede dos WildC.a.t.s, invadindo o prédio em busca de uma revanche e informações. Porém Spawn nota que Bandoleiro está jovem e Devota é branca. Há confusão nas informações e então, enquanto Spawn explicava o acontecido, surgia a dupla que o atacou. Eles explicam que vieram do futuro, mais precisamente de 2015, para matar Spawn pois, em 6 meses depois daquele exato momento, Al Simmons encontraria um talismã que concederia a ele poderes para matar seu mestre e acabar com a escravidão roubando o poder do Inferno. Cego pelo poder ele se torna Ipsissimus, um poderoso feiticeiro que possivelmente seria mais forte que Deus, e declara que a América estava sob seu poder fazendo com que todos os demônios fossem seus súditos. Ele massacrou a população humana e praticamente exterminou os super-humanos. Apenas alguns poucos, como os WildC.a.t.s, estavam de pé e como medida desesperada envia Devota e Bandoleiro para matar Spawn antes dele se tornar Ipsissimus. Bandoleiro e Devota do futuro, com a ajuda de Void, decidem levar todos os C.a.t.s e Spawn para sua realidade. Ao chegar todos ficam chocados ao ver uma Nova York destruída e tomada por demônios sob bandeiras exibindo a marca do hellspawn.
Depois de lutar contra os irmãos Flebíacos (aliás, esta é a primeira e única vez que Spawn luta contra eles) eles partem para sua base secreta e conhecem Tapestry, na verdade a Devota dos anos 90 só que envelhecida, que lhes explica a situação. Ela explica que estão tentando fazer um ataque contra a fortaleza de Ipsissimus contando com várias alianças (entre elas John Sansker, agora governante de Hong Kong, como ele previu na mini-série Feudo de Sangue). Depois de serem atacados por um vilão chamado Troika eles são teleportados para um local nos subterrâneos que depois descobrem ser uma tumba em homenagem aos C.a.t.s mortos, fazendo com que alguns deles fiquem abalados. Após isto eles partem para o edifício Chrysler, sede de Ipsissimus.
Ao entrar eles se deparam com a cabeça decapitada de Malebólgia (possível previsão da edição 100?) e também com alguns heróis que se tornaram escravos de Ipississimus, como alguns membros do Gen13. Também eles encontram Violador e seu irmão flebíaco Vandalizador. Depois de uma breve luta eles se deparam com o gigantesco Ipisissimus. Os WildC.a.t.s partem para o ataque, assim como Spawn que tenta roubar o talismã de Ipisissimus, mas ele explica que o talismã apenas forneceu o poder a coragem inicial para matar Malebólgia, e pode que corre agora dentro dele é a essência sem limites do senhor do Oitavo Círculo, portanto o talismã era dispensável. Os WildC.a.t.s percebem então que, se Ipisissimus é a parte futura do Spawn, ele sabe todos os seus movimentos antecipadamente, já que ambos são a mesma pessoa (nas palavras de Bandoleiro, “plantamos um informante em nossa própria operação”). A Devota do futuro decide então tirar Spawn da batalha para que ele não veja o plano que pretendem realizar, fazendo então com que Ipisissimus seja pego de surpresa. Ela leva Spawn para Tapestry que o envia junto com a Devota do futuro de volta para o século XX. É então que Devota nota algo nas mãos de Spawn, mas ele esconde. Ela percebe que é o amuleto que concedeu poder para Ipisissimus e tudo se encaixa. Quando Spawn lutou contra Ipisissimus, ele agarrou o talismã levando-o para o passado e concendendo-lhe poder. Devota então percebe que é o início do fim. Ela tenta pegar o talismã de Spawn, mas ele, já começando a ficar cego pelo poder, a rechaça. Os efeitos já são sentidos por Ipisissimus no futuro, já começando a se recordar dos acontecimentos passados. O círculo está completo.
No século 20 a luta de Spawn com Devota prossegue. Mas, no momento em que Spawn dá um soco em Devota sua máscara cai, revelando o verdadeiro rosto da ninja. Spawn então é atacado pelo terror ao reconhecer o rosto de Cyan, 20 anos mais velha. Cyan não entende como Spawn a conhece, mas no íntimo foi isto que a impediu de matá-lo pela primeira vez. Spawn então se arrepende de tê-la batido e lhe entrega o talismã. Ao fazer isto, o círculo do tempo é quebrado e é sentido no futuro. Ipisissimus, Tapestry, Bandoleiro do Futuro e tudo o mais deixam de existir, assim como no passado Cyan também desaparecem, já que o continuum temporal foi reestruturado. Enquanto Spawn chora pelo desaparecimento daquela que poderia ter sido sua filha, os WildC.a.t.s. retornam ao presente.
Em algum lugar no tempo e no espaço, os seres extra-temporais resgatam seu amuleto da realidade, satisfeito com o jogo que criaram.

Daniel Llanso, o Spawn Apocalíptico

Referências: Curse of the Spawn 1-4, Spawn: Blood and Salvation (EUA)

Daniel Llanso era um garoto de 10 anos que morava com seus pais e sua irmã, Madrid, numa época futura. Seu pai trabalhava em um setor no lado negro da lua ganhando um salário miserável. Para compensar suas falhas ele vivia bêbado e descontava sua insatisfação na família, freqüentemente batendo em sua mulher e filhos. Certo dia, ao ver seu pai chegar em casa e espancar sua mãe e irmã, Daniel agarra um arrebitador laser e atira no seu pai, matando-o com um senso de alívio. Não tardou para que ciberpoliciais chegarem à sua residência e o levando preso como um adulto. Foi a última vez que ele as viu.
Sua juventude foi entrando e saindo de centros de detenção juvenil e era sempre torturado pelas autoridades. Ele se tornou um assassino e ladrão na lua. Certa vez, quando ele estava detido na penitenciária Phobos, ele conheceu uma advogada chamada Noon que foi contratada para defendê-lo. Na tardou para ambos se apaixonarem. Porém, por causa das inúmeras inimizades que ele fez no passado, Noon acaba sendo assassinada. Isto fez apenas com que o ódio crescesse mais ainda no coração de Daniel, até que certo dia ele roubou um cargueiro e ia em direção à Terra. Mas a nave começou a se inflamar e Llanso lutava desesperadamente para sobreviver. E, enquanto sua roupa espacial pegava fogo, pacientemente, Phlegethonyarre, o arconte do décimo segundo nível do Inferno, aguardava seu destino. Foi então que houve a barganha: voltar à Terra em troca de vingança daqueles que lhe prejudicaram. E tudo ficou negro.
A época agora é a era o Anno Demonicus 500. A Terra está devastada. Os céus estão negros. Os cavaleiros vieram sobre a raça humana. O Apocalipse chegou fazendo com que o sol se tornasse negro e lua rubra como sangue. Mortos-vivos chamados Pesadelos caminham sobre a terra massacrando os humanos que não foram resgatados pela glória de Deus, e à frente deles um demônio chamado Abbadon, o Destruidor, senhor dos gafanhatos-demônios. Quem comando todos os seres infernais na Terra é o Anti Papa em sua cidadela de ossos e sangue chamada Nu-Vaticano. É neste cenário que Madrid, agora adulta, e seu filho Matthew fugiam das tropas do Inferno quando, no momento em que ia se aniquiladas por um ser chamado Desiccator quando uma pilha de ossos entre eles começou a se estraçalhar, surgindo então Daniel Llanso, agora metaforseado em hellspawn. Sua aparência é parecida com o Spawn atual, porém ele possui uma espécie de exoesqueleto composto por ossos assim como suas correntes e máscara. No momento em que ele surge, vozes em sua mente o incentivam a matar, deixando Daniel louco por vingança. Isto faz com que o hellspawn empale o Desiccator em uma lápide em um cemitério. Madrid, aterrorizada com o estranho ser, aponta seu canhão de plasma para seu irmão, que não o reconhece, mas Daniel percebe que agora a irmã possui um filho. É então que ele nota o quanto o tempo passou desde o acidente na nave e também no que ele se tornou. Neste momentos flashes do passado o invadem a Madrid aproveita para fugir com seu filho que indaga se o hellspawn era um demônio. Daniel corre atrás de Madrid para se explicar, mas ela atira uma rajada de plasma nele. Ele mais uma vez é assaltado por vozes mandando ele matar e mutilar até que surge Abbadon com seus necro-soldados aguardando as ordens de seu mais novo general.
Enquanto isto, em Nu-Vaticano, o Anti-Papa mantém em suas câmaras subterrâneas um prisioneiro muito especial. Ele se chama Abel, um dos líderes da resistência humana e está acorrentado em uma parede quando o Anti-Papa o visita. Ele prepara Abel para o Batismo, composto de vermes e feitiços que farão com que ele se torne um agente do Inferno. Após o ritual Abel é solto.
Em outro lugar, Abbadon leva o Daniel para o topo de um prédio e explica para ele seu papel na guerra e o incentiva a fazer a humanidade perecer em nome do Anti-Papa. As palavras penetram no íntimo de Daniel Llanso e ele aceita o seu destino, pois agora era hora de virar a mesa, ou seja, deixar de ser uma vítima de uma vez por todas. O hellspawn então, cego pelo poder, passar a massacrar tropas humanas como forma de vingança até se deparar com uma mulher implorando pela vida de seus dois filhos. Isto faz com que Daniel se recorde que sua mãe também protegeu a ele e sua irmã de seu pai. Ele então volta suas forças contra os Pesadelos que estavam vindo para auxiliar seu general e são completamente destruídos. Daniel se pergunta no que se transformou e remove sua máscara revelando que ele é composto de carne e circuitos, ou seja, ele virou uma máquina, um computador com um programa a ser executado. Abbadon pergunta porque ele se voltou contra seu mestre e diz que o Anti-Papa já mandou sua punição contra Madrid e seu filho. Spawn corre desesperado para salvá-los e elimina todos os inimigos que encontra pela frente. Em outro lugar Abel, agora transformado num agente do Inferno, seqüestra Matthew e o leva para uma torre, mas o garoto consegue fugir, mas não se livra de Abbadon. Spawn consegue salvar seu sobrinho e luta contra Abbadon libertando seu poder negro. O resultado é uma imensa cratera de vinte milhas e a explosão é observada por Matthew, que foi teleportado por Spawn para os braços de sua mãe, Madrid. Abbadon é detruído e Daniel Llanso se ergue dos destroços.
Alguns anos se passam e no local da morte de Abbadon foi construída a cidade de Nova Esperança e lá o novo líder da resisitência, Craine, planeja um ataque suicida à cidade de Nu-Vaticano e matar o Anti-Papa. Alguns são contra e outros a favor. Matthew, agora adolescente, tenta convencer os líderes a convocar o hellspawn, mas todos são a favor de que ele é um demônio, apesar de ter salvo o garoto.
Em outro local, Abel, o antigo líder que foi corrompido pelo Anti-Papa, vaga em busca de um sentido para sua nova vida. Não encontrando, ele tenta se matar, mas é impedido por Llanso. Então, em determinado momento, uma luz vinda do céu atinge Abel e ele é transformado em um anjo pelo poder de Deus. Com os novos poderes, ele reconhece o hellspawn como um servo do Inferno e investe contra ele. Então surge um ser chamado Flesh, pois é composto de carne de vários outros que é facilmente derrotado por Llanso. Ele então ouve uma voz dizendo para ele ir para Nu-Vaticano, assim ele parte levando Abel consigo.
Em Nu-Vaticano o Anti-Papa recita magias negras para trazer à Terra os Mastigadores, seres infernais que nem mesmo as trevas podem controlar para acabar com os humanos ao mesmo tempo que o comandante infernal Amon reúne seu exército demoníaco. Alguns dias depois a resistência prepara um trem equipado com várias armas e uma bomba nuclear para atacar o centro avançado do Inferno e acabar com seu líder. A bordo estão entre eles Matthew a Madrid.
Nisto, Abel e Spawn chegam ao palácio do Anti-Papa que estava os aguardando. Abel ataca a arranca facilmente seu coração, mas Spawn acha que está fácil demais. Então, por trás das trevas surge o demoníaco ser chamado Deurges. Ele esperava que Llanso e Abel fugisse ao ver a face do maior de todos os males, mas não é o que acontece. Spawn o agarra com todas as forças e Deurges tenta fugir em sua forma verdadeira, como um demônio.
Ao mesmo tempo, o trem viaja rapidamente em direção à cidade. Ele é atacado no meio do caminho pelos mastigadores, mas os humanos conseguem resistir. Vivos, somente são encontrados Matthew, Madrid e Craine que, próximo da morte, arma a bomba alojada no trem. Madrid e seu filho pulam do veículo em movimento e quando ele atinge a cidade, uma grande explosão acontece destruindo a cidade maligna de Nu-Vaticano e seus ocupantes, inclusive Deurges, Abel e possivelmente Daniel Llanso, o Spawn da Era Apocalíptica.

Vlad Tepes, Spawn o Empalador

Referência: Spawn the Impaler 1-3 (EUA)

Valáquia, Romênia – 1462. Em meio a uma invasão turca, o descrente príncipe Vlad Tepes, filho de Vlad Dracul, é investido na Ordem do Dragão e envia seu escasso exército contra a horda de 30 mil homens de Kazakla Bey. Antes de partir, ele promete para sua princesa diante do Céu e do Inferno que retornaria para seus braços enquanto ela banhava sua espada com seu sangue. No meio da batalha ele é derrubado de seu cavalo pelos turcos e levado amarrado à presença de Kazakla Bey que mata Vlad com um golpe de sua espada. Depois de empalarem Vlad no campo de batalha, os turcos invadem o castelo e Kazakla Bey encontra a princesa. No momento em que Kazakla Bey dá um tapa no rosto da princesa por ofendê-lo, um soldado turco invade os aposentos avisando que, miraculosamente, o príncipe Vlad tinha ressuscitado e estava entrando no castelo matando todos no seu caminho com sua espada. Vlad consegue entrar nos aposentos onde Kazakla Bey se encontrava e os dois travam batalha. Em determinado momento, o turco remove o capacete que escondia o rosto de Vlad e percebe o brilho verde de necroplasma em seus olhos além do rosto desfigurado. No momento de sua morte Vlad fez um pacto com Malebólgia e retornou como um hellspawn. A princesa, aterrorizada com a visão, se afasta de seu marido até a sacada do castelo enquanto Vlad se explica para ela. Porém, por temor, ela se joga para o penhasco abaixo para o desespero do príncipe. Em fúria, ele consegue acabar com a invasão turca com seu minúsculo exército.
Como método de tortura e morte, ele colocava seus inimigos sobre estacas de madeira de baixo para cima, vindo a ser conhecido como Vlad, o Empalador. Depois disto ele governou a Valáquia de seu trono encravado de crânios dos inimigos com terror e veio a ser temido pelo seu povo que o consideravam um Nosferatu – um morto-vivo. A Igreja, temendo sua aliança com as forças da escuridão, faz um acordo com Kazakla Bey, que conseguiu fugir da ira de Vlad, para libertar a Romênia de tal horror. Em troca de vingança, os turcos sairiam das terras da Valáquia. Aproveitando que era dia, pois segundo o sacerdote da Igreja, os poderes malignos são mais fortes na escuridão da noite, o exército turco invade sua cripta e acorrenta-o dentro do caixão onde repousava o corpo de sua mãe. Depois de selá-lo no caixão, Kazakla Bey crava seu corpo com uma grande estaca de ferro abençoada pela Igreja e o sacerdote ordena que seja jogada uma grande placa de pedra sobre ele para que ninguém retirasse a estaca, e no fim ele é enterrado e esquecido pelo tempo.
Os anos e séculos passam até chegar aos dias atuais. Uma mulher está para ser violentada por alguns soldados, mas ela consegue soltar-se. Neste momento, um soldado metralha a mulher e seu sangue penetra pela terra até chegar ao túmulo de Vlad, que livra-se de sua prisão com uma explosão. Os soldados tentam matá-lo, mas as balas não surtem efeito sobre Vlad, que os empala. Vagando por uma metrópole ele vê uma jovem muito parecida com sua amada princesa. Ele a segue ao mesmo tempo que um grupo disposto a violentá-la. Vlad então surge e mata todos e percebe que a jovem, chamada Abbie, pode ser seu amor reencarnado. Abbie é levada pela polícia para casa dos seus pais, Drew e Andrea Carfax, antes membros de uma banda de rock chamada Blood Stains (Manchas de Sangue). Depois que os policiais saem, Abbie percebe que uma velha igreja vizinha, destruída no passado por um incêndio, tem sua luzes acesas. Seu pai diz que um homem chamado Vlad Drake comprou-a para transformá-la em museu. À noite, Drake é convidado para jantar na casa dos Carfax e Abbie sente que o conhece de algum lugar e fica atraída por ele. Mais tarde ela vai à igreja convidada por Vlad para jantar e declara-se atraída por ele, mas Vlad evita tal contato falando sobre seu antigo amor.
Algum tempo mais tarde, depois de ser assolado por pesadelos de pessoas empaladas por um morto-vivo, Abbie corre para a igreja para encontrar consolo nos braços de Vlad. Abbie implora que ambos façam amor, mas Vlad diz que não pode, mas o momento em que ambos devem se reunir está chegando e ela corre ressentida para casa. Ela então veste-se e passeia pela madrugada na cidade, vigiada pelo hellspawn do alto dos telhados. Ela então é seguida por um jovem chamado Walter “Lobo” e Abbie o seduz levando-o até a velha igreja. No momento em que estranhamente Abbie mata o jovem, o hellspawn desce do telhado dizendo que chegou a hora. Ela reconhece o estranho ser e memórias passadas surgem na mente de Abbie. Ambos então começam a lutar ferozmente. Quando chegam no topo do telhado da igreja, Vlad agarra a garganta de Abbie e diz a ela que a reconheceu no momento que a viu e esperava o momento certo para entender e compreender quem ela realmente era. Ele diz então que o poder do ódio pode unir duas almas tão fortemente como o poder do amor e atira Abbie, que Vlad reconheceu como sendo Kazakla Bey reencarnado, em uma estaca, empalando-a. Seu amor estava perdido mas sua vingança estava concluída.
É interessante destacar que este hellspawn é o único baseado em um personagem histórico. Vlad Tepes realmente existiu e foi um príncipe da Valáquia (que mais tarde se reuniu com a Moldávia dando origem ao país da Romênia) no século XV e que recebeu a Ordem do Dragão do rei Segismundo em 1431. Vlad foi conhecido como O Empalador por causa de suas torturas onde pessoas eram fincadas vivas em estacas até a morte. Às vezes ele fazia suas refeições no meio de suas vítimas empaladas e embebia o pão no sangue que escorria pelas estacas. Depois de matar mais de 200 mil pessoas, ele morreu em 1476 numa batalha contra os turcos e foi enterrado num mosteiro da ilha Sangov. Isto inspirou o irlandês Bram Stoker (1845-1912) a escrever seu mais célebre livro e transformou Vlad no maior ícone da literatura e do cinema de terror: Drácula.
Uma curiosidade: numa expedição do governo em 1931 foram descobertos na tumba de Vlad apenas alguns ossos de animais no lugar de um esqueleto humano, o que ajudou a manter viva a lenda da sua imortalidade.

Nordik, o Spawn Escandinavo

Referência: Spawn Fan Edition 1-3 (EUA)

Também conhecido com Spawn Viking, este hellspawn percorreu as terras do Norte provavelmente entre os séculos VIII e IX d.C. Nordik, que tinha este nome quando era vivo, já era mal antes de ser um hellspawn. Ele invadiu vilas em busca de alimento e mulheres. Sua figura era de um viking clássico: barba e cabelos compridos, um elmo com enormes chifres e um grande machado de guerra como arma.
Quando era vivo, ele estuprou, pilhou e matou como todo guerreiro viking. Aterrorizou a Irlanda, Escócia e toda a Europa fazendo com que todos tivessem medo de sua brutalidade. Todos menos um: McFallon, o Mestre Dragão. Sabendo que Nordik estava barbarizando mais uma vila, McFallon foi de encontro ao viking. A luta entre os dois durava dias, quando McFallon, utilizando um momento de descuido devido ao ódio cego de Nordik, atravessou seu coração com sua espada.
Ao chegar ao Inferno, Malebólgia apenas forneceu as ferramentas necessárias para ele continuar seu terror na Terra. Malebólgia contou sobre as melhorias em seu corpo e o fez renascer cinco anos depois em Calgary, na Irlanda, lar de McFallon.
Acompanhado de um enorme garanhão infernal chamado Ghoul e dois lobos ferozes, Darkos e Demos, ele invadiu a vila gritando o nome do seu amaldiçoado inimigo. McFallon percebeu que havia algo de errado e correu para a praça central. Chegando lá, viu a diabólica imagem de Nordik clamando por vingança enquanto a vila ardia em chamas.
Percebendo que mais um hellspawn havia renascido na Terra, o Céu envia Misericórdia, uma das maiores caçadoras de hellspawns ao lado de Ângela. Misericórdia, que tem a aparência de uma índia do oeste americano, desce à Terra no momento em que McFallon, crucificado, teria seu coração removido por Nordik. Ela usa suas flechas angelicais para deter Nordik que começa a lutar contra o anjo. Neste momento McFallon liberta-se de suas amarras e apunhala Nordik pelas costas. Ele então cai e, no momento que Misericórdia degolaria o hellspawn, Malebólgia intervém fazendo com que o chão se abrisse, engolindo Nordik para protegê-lo pois havia planos futuros para ele. Não era hora de perdê-lo. Na Terra, Misericórdia e McFallon se sentem impotentes por causa da sua fuga e ao partir, Misericórdia concede bênçãos ao guerreiro.
Seu paradeiro depois disto é desconhecido. Depois de levá-lo para o Oitavo Círculo, Malebólgia enviou-o de volta à Terra depois de nutri-lo com mais poder, esperando para mais uma vez atacar.

Spawn Troiano

Referências: Spawn: The Dark Ages 6 e 7 (EUA)

Na Idade Média a até então freira Immaculata é assobrada pelo passado de quando era um anjo caçador de Hellspawns. Ele relembra o tempo de quando cometeu um erro imperdoável ao tentar destruir um hellspawn que viveu Ílion ou Tróia. Segundo Immaculata, este hellspawn tão cruel quanto poderoso. Ele a subjugou e então, em um momento de terror, ela invocou o poder do Arrebatamento, usando o poder e a ira do próprio Deus, destruindo completamente o soldado infernal. Porém ao liberar tal poder, a cidade também foi destruída, fazendo com que ela abdicasse dos poderes seráficos.
Para quem não sabe, Tróia é uma antiga cidade que resistiu ao cerco dos gregos por 10 anos. Hoje presume-se que Tróia ficava próxima à aldeia turca de Hissarlik (ant. Pérgamo) e que ela data em algum ano entre 1500 e 1184 A.c. Este hellspawn pode ter surgido nesta época.

Yagher Dien, o segundo Spawn da Era das Trevas

Referência: Spawn: The Dark Ages 22 (EUA)

Este talvez seja o mais azarado dos hellspawns, pois ele foi criado no tempo certo, mas no momento errado.
Certa vez o hellspawn Iain Covenant, vulgo Cavaleiro Negro, teve seu necroplasma roubado por um grupo de druidas no século 10. Por não possuir mais o poder infernal, Malebólgia pensou que ele tinha desaparecido, então ele recruta uma nova alma para ocupar o lugar. Seu nome era Yagher Dien.
Yagher viva numa pequena ilha na costa da Bretanha. Ele era um assassino, ladrão, depravador e mentiroso, fazendo dele um perfeito candidato a assumir o manto do hellspawn. Ele matava pelo simples prazer do sangue, por se sentir bem. Sua primeira morte foi aos onze anos ao matar seu irmão, afogando-o em um lago. Sua razão: sobrar mais comida na mesa para ele. Isto o fez amar a prática de matar.
Ele cresceu um homem inflexível e chegou a governar um pequeno vilarejo no sul da Irlanda. Por mais de dez anos em que governou ele assassinou mais de sete mil homens, mulheres e crianças pelo simples fato de mostrar que tinha o poder nas mãos, e isto lhe trazia alegria sem nenhum espaço para remorso.
Depois de anos de humilhação e tormentos, os aldeões capturaram Yagher, arrastando-o para o fogo e trespassando-o com foices e tridentes. Por fim, eles amarraram seus braços e pernas em quatros cavalos e os fizeram correr em direção oposta fazendo-o em cinco pedaços. Mesmo no momento da morte, Yagher sentia-se feliz por fazer com que seu povo sentisse o gosto pela morte, o preenchimento do vazio da dor pelo assassinato.
Por causa de suas ações na Terra, Yagher era um excelente candidato ao exército do Inferno. Depois de muitas torturas de Malebólgia, Yagher abraçou seu destino como o novo hellspawn. Mas ao ser lançado de volta à Terra algo estava errado.
Jamais existiram dois hellspawns ao mesmo tempo na Terra nem poderiam. Devido à perda do Necroplasma, Covenant ficou “invisível” aos olhos do Inferno. Portanto, ao chegar na Terra, ele não estava em forma humana completa, e sim um feto dentro de um casulo pendurado em uma árvore, muito parecido de quando Billy Kincaid renasceu no Inferno. Yagher só estaria completo depois da morte de Covenant.
Ao perceber que tal monstro se fosse solto na Terra infligiria desgraças à humanidade, Covenant arranca Yagher da árvore espatifando-o no chão. Enquanto ele explodia a cabeça de Yagher aos seus pés, sete mil almas choravam em algum lugar sentindo-se em paz.

Romm, o Spawn Neanderthal

Referência: A Maldição do Spawn 3 (Brasil)

Romm é o hellspawn mais antigo de quem se tem notícia e foi o primeiro a enfrentar Ângela, a caçadora. Ela o caçou e depois o matou depois de ver em sua caverna corpos de mulheres e crianças em decomposição cheio de vermes. Isso fez com que Ângela o matasse sem dó nem piedade.
Pouco se sabe sobre Romm. Apenas que, segundo estudiosos, o Homem de Neanderthal viveu em alguns pontos da Europa, da Ásia e da África, há cerca de 35 mil a 10 mil anos (Era Paleolítica). Esses indivíduos tinham uma altura superior a 1,57m e andavam perfeitamente eretos, porém podemos ver que Romm tem mais de 2 metros de altura, talvez por efeito do Necroplasma em seu corpo.
Na sua figura podemos perceber que quase não há sinal no uniforme K-7, apenas algumas esporas em seu corpo. Há também crânios amarrados em ossos como se fossem correntes e duas espécies de chifres em suas costas. Podemos dizer também que ele não tem uma linguagem compreensiva pois as formas de linguagem não eram deste tempo. Também não sabemos a origem de seu pacto, mas com certeza foi de natureza maligna. 

Raenius, o Spawn da Era Mitológica

Referências: Curse of the Spawn 20-21 (EUA)

Na época em que os Deuses Olímpicos governavam a Terra, cerca de 2.000 a.C., Nix, a personificação da noite, observa o futuro e vê os deuses mortos e o Olimpo destruído por uma criatura vindas de um lugar chamado Inferno e composto por fogo e enxofre. Ela então vai avisar Hades, senhor do mundo subterrâneo, de que uma besta está vindo de um lugar além do Tártaro. Neste momento surge Raenius, um hellspawn composto de vários vermes saindo de sua cabeça e costas parecendo com serpentes e corpo totalmente esquelético. Cérbero, o cão de três cabeças o ataca, mas é lançado no rio Aqueronte. A seguir Hades tenta atacar Raenius, mas ele não é páreo para a fúria do hellspawn. Raenius parte sentindo que foi traído, sabendo que perdeu amigos e o amor de sua vida. Ele então lembra que era uma criança quando sua mãe, Ariena, o levou da Tessália, sua terra natal, para uma ilha distante para ser educado pelos centauros que o ensinaram a lutar. Para protegê-lo de Zeus, o Senhor dos Deuses, todos os centauros da ilha foram mortos. Zeus queria matá-lo pois Raenius é filho de Cronos, também seu pai, que um dia foi deposto do trono do Olimpo e morto pelo próprio filho. Zeus previu que um dia um filho de Cronos vingaria sua morte e mataria todos os deuses do Olimpo. Zeus então parte para a ilha onde encontra-se este “irmão” e o atira em um abismo de fogo ainda criança. Ao morrer, Malebólgia promete vingança e a possibilidade de reinar sobre a Terra. O hellspawn então parte em busca daquele que matou os centauros da ilha. Ao chegar a uma praia, Raenius é recebido por soldados-esqueletos e por sua comandante e amor de sua vida, Medusa, agora transformada por Atena em uma górgona, um ser com serpentes em lugar dos cabelos, membrana entre os dedos e olhar rublo que petrifica qualquer ser vivo. Ambos planejam se vingar daqueles que os humilharam, os Deuses Olímpicos, enviando-os para o lugar agora recém criado chamado Inferno. Eles então partem para uma vila e mata todos seus habitantes, ora transformando-os em pedra ou crucificando. Raenius então parte para o Olimpo depois de saber que sua mãe também foi morta por Zeus.
No Olimpo, Zeus percebe que há algo de errado com o mundo e vê em uma poça que Hades está ferido. Zeus fica furioso ao perceber tal ameaça, antes alertada por sua esposa e irmã Hera. Ele então convoca Apolo, seu filho e Deus do Sol, e explica a atual situação. Apolo então pede ao ciclope ferreiro Estéropes para criar uma arma que pudesse matar este novo tipo de criatura. Raenius surge e mata facilmente o ciclope fincando uma espada em seu olho. Quando estava pronto para matar Apolo, ele explica que odeia o pai por ser um ditador insensível e por ter estuprado sua mãe Latona. Raenius então aconselha Apolo a fugir do Olimpo se quiser viver. Sentindo que Apolo falhou, Zeus pede para que Hera vá para Hecatoncheires, lar do gigante Briareu, filho de Urano e Gaia. Ele pede para que ela se entregue aos seus prazeres em troca de ajuda contra o Hellspawn. Hera faz o que pede por amor, mas avisa que nunca mais voltará ao Olimpo.
Mais tarde, próximo de chegar ao palácio de Zeus, Raenius encara Briareu, um horrendo monstro de cinqüenta cabeças e cem braços que junto com seus irmãos foram lançados no fundo da terra por seu pai Urano, mas Zeus os libertou para lutar contra Cronos e os Titãs. Briareu é morto pelo hellspawn, que consegue entrar na sala do trono. Os dois lutam enquanto Raenius mostra o quão insensível e egocêntrico Zeus é para com os outros. No fim, Raenius cresce e devora o Pai dos Deuses da mesma forma que Cronos devorou seus irmãos antes de ser morto por Zeus. Cronos e Raenius estão vingados enquanto o hellspawn governa a terra ao lado do seu amor Medusa.

Spawn Zumbi (Zombie Spawn)

Referências: Curse of the Spawn 22 (EUA)

O Spawn Zumbi tem uma particularidade em relação aos demais hellspawns: ele não é de nossa realidade e sim de uma Terra paralela. Um dia ao tentar se matar, um estudante chamado Ryan Hatchett pula de uma ponte em Nova York por se sentir abandonado por sua mãe alcoólatra e namorada não-declarada. Ao pular, inexplicavelmente ele aparece em outra realidade, agora dominada por zumbis comedores de carne. Ao voltar para casa, agora cheia de ossos, encontra seus irmãos devorando sua mãe. Isto o assusta e ele foge para um beco e vê sua namorada ser atacada por dois colegas de escola, agora transformados em zumbis. Ryan salva a garota chamada Suzette que fica perplexa pois na verdade o Ryan desta realidade morreu num acidente de carro seis meses antes e conta que tudo agora é governado pelo Spawn Zumbi e seus comandados do alto da Estátua da Liberdade, agora Estátua da Morte. Ryan pergunta como isto ocorreu e Suzette explica que isto aconteceu quando um asteróide atingiu a Terra trazendo trilhões de vermes e o Spawn Zumbi. Em um momento a sós, Ryan é atacado por uma dor e Suzette imagina que ele esteja se transformando em zumbi e foge. Nisto aparece o Aberração, morto pelo Spawn Al Simmons há algum tempo, que explica que ele é o escolhido para livrar o mundo do Spawn Zumbi. Ele então fica sabendo que Suzette é mantida cativa na Estátua da Morte para ser sacrificada. Ryan então se transforma em um zumbi chamado Hatchet (Machadinha, em português), o Executor dos Mortos. Hatchet, equipado com várias ferramentas, parte com uma moto em direção ao centro de governo do Spawn Zumbi, pois ao derrotá-lo esta Terra voltaria ao normal e ele poderia voltar para casa. Depois de passar por alguns zumbis, ele encontra Suzette e o Spawn Zumbi, que possui uma serra elétrica no lugar do braço esquerdo. Ambos lutam e Hatchet atira um machado na cabeça do hellspawn enquanto foge com sua namorada. Ela então corre com medo por causa de sua aparência. O Aberração aparece e diz para deixá-la ir pois cedo ou tarde ela viraria sua comida. Hatchet então começa a sentir necessidade por carne e parte para sua nova vida como caçador de zumbis aguardando o próximo ataque do Spawn Zumbi.

Spawn Anjo (Spawn Angel)

Referências: Curse of the Spawn 25 (EUA)

Este hellspawn, que é magro, tem pele pálida, cabelos longos e vermelhos e uma cruz invertida tatuada na testa, age de forma diferente dos demais: ele prefere atacar diretamente na mente das pessoas. Sua origem e época são desconhecidas, pois ele apareceu apenas uma vez em uma era atual e sua vítima foi um garoto chamado Harley. Tudo começa quando Harley é atacado por uma espécie de “consciência estranha” dentro de sua cabeça, induzindo-o a fazer coisas ruins durante um mês. O Spawn Anjo (que não tem nada de anjo) mostra a ele coisas sangrentas que ambos poderiam fazer juntos. Um fato foi quando seu amigo Travis convida Kelly, seu amor secreto, para sair. O Spawn Anjo quer vingar a humilhação do seu hospedeiro, mas Harley resiste. Certo dia ao sair de seu trabalho, Harley é abordado por assaltantes que querem roubar seu carro. Depois de ser atingido pelo punho de uma arma, Harley liberta sua fúria e também o hellspawn que, usando o corpo do garoto, massacra os assaltantes com as próprias mãos. Um pouco depois, Harley avista Travis e Kelly juntos. O hellspawn o instiga a se vingar e joga seu carro de encontro ao carro de Travis que atinge um posto de gasolina. Travis, Kelly e seus amigos fogem enquanto Harley corre em seu encalço, matando todos em seu caminho. Eles tentam se esconder em um prédio abandonado, mas Harvey mata um por um. No fim, Travis e Kelly tentam fugir, mas ele é morto pelo amigo agora transformado em hellspawn. Kelly corre para casa apenas para ver seus pais mortos por Harley. Ela corre para cozinha e quando pega uma faca, Harley, num momento de serenidade ou apenas fingimento, diz que não é culpa dele e sim da entidade que habita seu corpo. Kelly reconhece Harley e ambos se abraçam. Na manhã seguinte, Kelly amanhece morta pelo Spawn Anjo, agora dominando completamente o corpo de Harley, que agora não passa de uma fagulha de uma consciência perdida.

A Mitologia do Hellspawn

O hellspawn é um soldado que está sendo treinado para compor o exército do Inferno contra as hostes do Céu na apocalíptica batalha entre o bem e o mal chamado Armagedom. A palavra hellspawn pode ter duas traduções: Hell (Inferno) e Spawn (cria, filhotes oriundos de ova, prole) pode ser lido como cria do Inferno ou filhote infernal; porém também pode ser lido como Hell’s Pawn. Pawn significa peão, No jogo do xadrez, o peão é uma peça de movimento limitado, a qual se desloca só para frente, de casa em casa e sua função é proteger peças importantes como a rainha. Pawn também pode ser traduzido como fantoche, títere e também como um soldado de infantaria. Então uma tradução completa para Hellspawn ou Hell’s Pawn seria “um ser que foi criado no Inferno para ser um soldado que é manipulado e descartado a fim proteger seus superiores”.
Mas um exército não é feito de apenas um soldado, assim como um tabuleiro de xadrez não é feito apenas de um peão. Durante a saga de Spawn vimos que Al Simmons tem sido o hellspawn mais importante da história pois é ele é o ponto de equilíbrio entre o Céu e o Inferno, mas ficou-se sabendo que ele não foi o único a receber o fardo da maldição. Vários homens também morreram e fizeram pactos em troca de servir Malebólgia na sua infantaria. Portanto, eis aqui uma descrição de todos os hellspawns que já apareceram no título regular ou em séries relacionadas. Alguns já apareceram no Brasil, outros são desconhecidos do grande público, mas os relatos abaixo serão importantes para todos conhecerem um pouco sobre a mitologia do hellspawn.

Spawn Anjo (Spawn Angel)


Spawn Zumbi (Zombie Spawn)

Raenius, o Spawn da Era Mitológica

Romm, o Spawn Neanderthal

Yagher Dien, o segundo Spawn da Era das Trevas

Spawn Troiano

O Spawn Romano

Nordik, o Spawn Escandinavo

Vlad Tepes, Spawn o Empalador

Daniel Llanso, o Spawn Apocalíptico

Ipsissimus

Spawn Medieval

Iain Covenant, o Cavaleiro Negro



Outros hellspawns apareceram muito rapidamente na série principal ou em títulos coligados. Quando Spawn foi levado para o Elíseo para servir de testemunha de defesa de Ângela, ele se deparou com a máscara e a capa de um hellspawn morto pela caçadora e pendurados em sua sala de troféus. A julgar pelo tamanho da máscara e fazendo uma proporção com as medidas humanas, é possível supor que este hellspawn possuía o tamanho equivalente a 16 metros, a maior cria do Inferno já registrada até hoje.
Quando a bruxa Nyx desceu ao Inferno para resgatar a alma de sua amiga Thea, ela roubou os poderes de Al Simmons e incorporou a seu corpo e tornando-se momentaneamente em uma hellspawn, sendo conhecida como Mulher Spawn. Apesar de ela não ser uma hellspawn propriamente dita, foi a única mulher vista até hoje com os poderes do necroplasma.
Na Maldição do Spawn 12 podemos ver um hellspawn com crifres brigando com o Violador por ter sido acusado de roubar em jogo de pôquer, mas ambos são enxotados pelo poderoso anjo Abdiel, que tornou-se uma espécie de controlador do local. Não sabemos quem é aquele hellspawn ou de onde veio, mas ele alegava ser o mais poderoso de todos.
Na época em que Spawn se envolveu na guerra pela disputa do cargo de Senhor do Oitavo Círculo devido à morte de Malebólgia alguns hellspawns apareceram. Além de Lorde Iain Covenant (Spawn 118) também tivemos a aparição de um chamado Ulrich Ulfson. Não sabe que tipo de hellspawn ele era, mas pela aparência deve-se tratar de outro Spawn Viking, que se encontrava sobre um barco despedaçado ao lado do corpo de sua esposa em meio a um mar revolto. Outro que também apareceu foi Harun-Al-Majnun, que podemos supor que seja um Spawn Árabe, que montado sobre seu cavalo infernal tentou impedir a destruição de sua cidade, Balakesh de seres parecidos com demônios, mas não conseguiu. Não podemos esquecer também da multidão de hellspawns que apareceram no final da edição 119. Alguns são do passado, outros do futuro e outros até mesmo alienígenas, mas por enquanto continuam sem nome ou descrição.

17 janeiro 2007

Novidades para Spawn em 2007


Acaba de sair um notícia interessante no fórum de discussão do site oficial do Spawn. Nela uma pessoa identificada como Joe F., que faz parte da equipe de Todd McFarlane, acaba de divulgar algumas mudanças na equipe criativa, um novo título e também novidades dos próximos números. O endereço para a notícia é http://board.spawn.com/forums/showthread.php?t=364683, porém transcrevo aqui alguns pontos importantes que foram postados pelo Gabriel na comunidade Spawn Brasil no Orkut:


1) A Edição 164 é o verdadeiro final da saga do Armagedom! O Joe F faz parte da equipe do Todd e admitiu que eles mentiram que a 163 era o final para surpreender depois.


2) Na verdade a 166 é o verdadeiro início do novo arco. Pois a 164 fecha o Armagedom e a 165 será uma história isolada do Spawn Mandarim!


3) Phillip Tan irá deixa de desenhar Spawn e irá desenhar... Spawn - Godslayer! Sim, haverá uma série baseada no sucesso da edição especial! Pessoal da Pixel, é melhor trazer esse negocio pra cá!


4) Brian Haberlin será o novo desenhista do título regular.


5) Há muitos desenhos legais nesse tópico tb. Está realmente com cara de HQ de terror agora!

Bem, ao meu ver Spawn está voltando a ter o seu devido destaque dentro o mundo dos quadrinhos americanos. Resta apenas à Pixel Media continuar o trabalho no Brasil e trazer os novos títulos para cá.