21 junho 2007

EXCLUSIVO!!! Imagens de Spawn: Architects of Fear

uxO site Comics Continuum acaba de divulgar com exclusividade imagens do novo especial de Spawn que será lançado no dia 26 de setembro nos EUA. O especial é da mesma equipe de Spawn: Simony, terá 56 páginas e custará $6,99. Por enquanto a Pixel Media não se pronunciou se haverá chances desta edição vir para o Brasil. Por enquanto então confira a capa e mais 3 páginas da revista.




































17 junho 2007

Sinopses e capas de Spawn: Architects of Fear e Godslayer 4 e 5

O site oficial liberou as capas do especial Spawn: Architects of Fear (Arquitetos do Medo), da mesma equipe de Spawn: Simony, e Spawn: Godslayer 4 e 5 e também as sinopses de cada uma. Eis abaixo:

Spawn - Architects Of Fear
História: Arthur Claire
Capa: Aleksi Briclot
Cores: Aleksi Briclot
Arte-final: Aleksi Briclot
Desenhos: Aleksi Briclot

Data de lançamento: Setembro de 2007

Ethaan, uma das cinco anjos da temível casta dos Arquitetos, busca a ajuda do Hellspawn Al Simmons para retomar uma das mais antigas e secretas de suas armas, o Horsaak-El. Esta armadilha viva escondida nos sombrios becos da Grande Maçã mantém por séculos as almas dos condenados, impedindo-os de se juntarem os exércitos do Inferno. Mas, recentemente, o Horsaak-El começou a atacar os humanos inocentes para saciar sua ilimitada sede de almas. Apenas uma alma já marcada com o selo do Inferno pode entrar na armadilha para impedir isto. Isto é, pelo menos, o que Ethaan conta ao Spawn, o qual ela quer usá-lo como um Cavalo de Tróia para entrar e destruir a criatura maligna. Para ter certeza que Spawn não vai frustrar seus planos, Ethaan conseguiu atrair um dos familiares mais próximos de Al Simmons para dentro do coração do Horsaak-El: seu próprio irmão Marc Simmons.

Spawn: Godslayer 4
Título: O Rei do Inverno – Parte IV
História: Brian Holguin
Letras: Tom Orzechowski
Capa: Jay Anacleto
Cores: Brian Haberlin
Arte-Final: Philip Tan
Desenhos: Philip Tan
Data de lançamento: Agosto de 2007

Na conclusão da saga “O Rei do Inverno”, é uma batalha furiosa entre até a morte entre o Godslayer e o deus canibal, Urshrek. Mas Bairn logo descobre que pode haver mais em jogo no resultado do que ele imaginava. Enquanto isto, Neva faz seu próprio pacto.

Spawn: Godslayer 5
Título: A História de Dromo
História: Brian Holguin
Letras: Tom Orzechowski
Capa: Jay Anacleto
Cores: Brian Haberlin
Arte-final: Philip Tan
Desenhos: Philip Tan
Data de lançamento: Setembro de 2007

Ele é um ladrão, um patife, um bêbado e um mentiroso. Agora, enquanto ele veleja com Bairn e Neva para o arruinado reino de Endra-La, Dromo, afinal, conta sua história. É um altivo conto de luxúria e vingança que atravessa nações. Um conto de reinos hostis, deuses invejosos, identidades enganadas e exércitos de assassinos. A única pergunta é, algo disto é verdade?

Por enquanto as edições acima não tem previsão de chegar ao Brasil. Este ano a Pixel Media publicará o one-shot Spawn: Godslayer, que deu origem a série. Ficamos na torcida para o que o editor Odair Braz possa trazer este material para o Brasil. Abaixo estão as belas capas das edições:

Entrevista do revista Home Media Magazine com Todd McFarlane

A entrevista abaixo foi fornecida para a revista Home Media Magazine por Todd McFarlane onde ele fala sobre o lançamento da HBO do box com os episódios da série animada, da nova série e do filme que o próprio McFarlane está produzindo. Espero que gostem.
-----------------------------------
Spawn Renasce – HBO revela um DVD de 10° aniversário da série animada
Por John Latchem
Tradução: Leo Violador
Fonte: Home Media Magazine

Spawn, da Image Comics, tem sido aclamado desde sua estréia em 1992 por apresentar um super-herói com um tom mais sombrio do que o normal. Ms as histórias em quadrinhos populares têm suas limitações, o qual é porque o seu criador, Todd McFarlane, saboreou a oportunidade de usar o principiante estúdio de animação da HBO para contar histórias além das restrições das páginas impressas.

“Eu classificaria o quadrinho como ‘PG-13’”, disse McFarlane. “Mas o programa tinha uma abordagem mais extrema. Por causa de ser um verdadeiro programa de classificação ‘R’, nós fomos capazes de usar alguns temas que, de outra forma, teríamos que evitar.”

No dia 24 de julho a HBO Video vai comemorar o 10° aniversário da popular série com Todd McFarlane’s Spawn: The Animated Collection.

A caixa com 4 discos ($39,90) inclui storyboards completos dos episódios, uma entrevista com McFarlane, especial por trás das cenas, e perfis dos personagens. Em acréscimo, McFarlane fornece comentários para o primeiro episódio, o último e seu episódio favorito, “The Mind-killer”, o que deu início à terceira temporada.

“’Spawn’ era uma partida de animação tradicional”, disse McFarlane, que serviu como produtor executivo do programa. “As pessoas ouvem o termo ‘animação adulta’ e pensam em Fritz, the Cat ou algo sangrento. Mas não é isto. É assim, se eu vou contar uma história sobre a máfia, sobre policiais e suborno, quero usar palavrões. Nós não estamos fazendo um desenho para as manhãs de sábado”.

Baseado nos quadrinhos, a série conta a história de Al Simmons, um assassino veterano da Guerra do Vietnã que faz um pacto com uma força demoníaca para retornar como um “hellspawn” para coletar almas para o Inferno. Simmons mantém sua memória e quer retornar para sua esposa. Mas em sua nova forma, ele é um pouco mais do que um cadáver ambulante envolvido por uma capa vermelha viva. Ele gradativamente descobre o assustador e mortal poder que possui, e luta para descobrir a verdade por trás de sua morte enquanto luta conta as forças do mal na Terra e nele mesmo.

“Qual conflito é maior do que aquele entre o Céu e o Inferno?”, McFarlane pergunta. “É muito bíblico neste escopo. E há esta criatura pega no meio que não quer fazer parte dela. Para registro, eu não sou nem um pouquinho religioso”.

Apesar de morar em Phoenix, McFarlane freqüentemente viajou para o estúdio da HBO em Century City, Califórnia, para ajudar a dar vida ao personagem que originalmente criou na escola secundária.

“Às vezes eu retocava elementos, reescrevia roteiros”, disse McFarlane. “O que quer que precisasse ser feito”.

O programa apresentava as vozes de Keith David como Spawn e Richard Dysart de “L.A. Law”. A série foi exibida de 1997 a 1999, composto de três temporadas de seis episódios cada. Para o novo DVD, os 18 episódios foram remasterizados com melhoria de cores e som Dolby Digital 5.1.

Durante sua exibição, o programa ganhou os Prêmios Emmy pelo melhor acabamento na animação em 1998 e melhor programa de animação em 1999.

Anteriormente a HBO lançou na época a série em caixas divididas em temporadas que venderam mais de 1 milhão de unidades juntas, de acordo com a Todd McFarlane Entertainment.

“É interessante. De todas os meios de mídia que fiz, a animação da HBO é a que me faz lembrar mais”, disse McFarlane. “Quando eu assinei para produção executiva, não sabia nada sobre animação. Mas na verdade é apenas uma extensão da arte, e que eu conhecia.”

McFarlane disse que está planejando uma nova série animada de “Spawn”, a qual levará a vantagem das novas inovações em tecnologia de computação gráfica (CG). A série original era desenhada a mão.

“Nós gastamos um ano desenvolvendo uma nova série”, disse McFarlane. “No momento estamos a procura de um estúdio. Esperamos conseguir que a animação entre em estúdio até o fim do ano, então iremos encontrar um canal para exibi-lo”.

Além de um sortimento de projetos, incluindo a direção de vídeos musicais e a administração de sua companhia de brinquedos, McFarlane também está ocupado escrevendo um roteiro para um novo filme do Spawn, o que ele mesmo planeja financiar. McFarlane disse que o novo filme será mais sombrio e assustador do que a adaptação da New Line em 1997, estrelada por Michael Jai White, John Leguizamo e Martin Sheen, mas não terá ligações entre os dois filmes.

“Eu posso fazer um assustador thiller cheio de suspense que vai apavorar vocês”, disse McFarlane.

16 junho 2007

Revelações sobre Spawn: Origem

A contagem regressiva começou! Cassius Medauar, editor da Pixel Media, acaba de divulgar no blog da editora revelações interessantes sobre o lançamento de Spawn: Origem, primeiro encadernado da editora que mostrará as primeiras edições de Spawn, lançadas pela Editora Abril em 1996. O encadernado, que terá 132 páginas em formato americano, trará as primeiras 5 edições da revistas, as capas originais, alguns textos explicativos dos editores sobre Spawn e a Image Comics e mais interessante: uma introdução de Frank Miller! Tudo isto em papel couchê e capa cartonada, ao estilo de outros encadernados lançados. A revista, que já tem o preço definido por R$ 32,90, chegará às bancas e livrarias no final do mês de junho e terá lançamento no Fest Comics.

Eis a capa final da edição, que reproduz a edição 50 da revista e que também foi a mesma capa do encadernado nos EUA.

10 junho 2007

A NOVA APARÊNCIA DE HABERLIN EM SPAWN

Por Vaneta Jones
Tradução: Leo Violador

Site: Newsarama

Quando Spawn passou por uma grande renovação começando pela edição 166, uma das coisas que sobressaiu foi a nova aparência da revista. Enquanto o roteirista David Hine construía um mundo onde as histórias de horror eram abundantes, a arte de Brian Haberlin deu a Spawn um sentimento mais realístico e negro que ecoa a nova direção do título.

Isto porque ele também atua como editor-chefe da linha de quadrinhos de Spawn. Nós recentemente conversamos com Haberlin sobre a renovação e o que significa para a linha - incluindo uma série de especiais e mini-séries, mais quadrinhos online no futuro, e o esforço consciente em trazer os velhos leitores de Spawn de volta ao personagem.

Mas enquanto as mudanças no título principal de Spawn continuam a chamar a atenção dos leitores e da crítica, o Newsarama esteve com Harbelin para falar desta vez sobre a arte - e se ele ficou ou não assustado quando desenhou todas aquelas negras cenas de horror.

NEWSARAMA: Nós conversamos com o roteirista da série, David Hine, sobre as mudanças na direção do título há alguns meses atrás e estivemos com você um pouco mais tarde. Mas como uma rápida análise para os leitores, por que Spawn precisava de uma nova direção?

BRIAN HABERLIN: Na verdade esta era provavelmente a direção que Todd (McFarlane) queria seguir a partir da edição 150, mas nós sentimos que precisávamos encerrar algumas histórias de Spawn para os leitores e não podíamos mudar de marcha sem avisar. E, além disso, eu precisava estar trabalhando em uma revista (eu estava fazendo o McFarlane’s Dragons quando me arrastaram para Spawn), então eu sabia que podia fazer um título mensal.
A idéia de Todd era simples: ele queria fazer um Spawn voltado mais para os adultos, e parecia estar funcionado para os antigos e novos fãs. Eles talvez tenham colecionado Spawn no passado e agora cresceram e estão prontos para uma tomada mais sofisticada - pelo menos parecia ser a reação que queríamos (dedos cruzados) até aqui.

NRAMA: Você pode descrever brevemente o mundo que agora existe em Spawn?
BH: Bem, todo mundo morreu. Então Spawn recriou tudo (ele tinha o poder de um deus, mas abriu mão para trazer tudo de volta) e tudo não está bem neste novo mundo. Como isto foi breve?

NRAMA: Sim, é bem breve. Mas já que tudo "não está bem" no mundo de Spawn, qual é a impressão da revista do ponto de vista de um artista? Você está indo para lado mais escuro ou está se baseando em num realismo mais deformado e exagerado?

BH: Eu gostaria de chamá-lo de Neo-Noir (vindo de antigos filmes noir). Bastante preto... meio que o encontro entre Travis Charest e Tim Bladstreet. Bastantes texturas tão reais como eu posso fazê-las. De maneira ideal, eu quero que as pessoas tenham medo de ler Spawn sozinhas num quarto escuro.

NRAMA: Existem algumas perspectivas realmente diferentes nesta revista, incluindo alguns closes, rostos vistos debaixo e visões distorcidas. Isto é parte do efeito que você está tentando alcançar?
BH: Sim, eu acho que combina com a aproximação cinematográfica. É divertido - eu tenho que ter cuidado, entretanto, com o grau focal que estou usando em minha cabeça porque se você fizer algo que está apropriadamente distorcido (como se através de alguns milímetros de uma câmera) e você reverter muito realisticamente em um estilo de história em quadrinhos, acaba ficando muito mal.

Você mais têm que estabelecer a dinâmica com o primeiro plano, meio plano e plano de fundo mais do que com extrema perspectiva, mas isto significa que você pode usar distância focal estranha para efeito quando algo está estranho - tipo quando Spielberg usava para conseguir um foco torturante para efeito.













NRAMA: Vamos falar sobre o personagem Spawn. Como você tem se aproximado dele nesta nova tomada da série? Como sua aparência mudou desde, por exemplo, do início e meados do anos 90?

BH: Se você olhar Spawn no início, ele parecia como um cara numa fantasia. Mas enquanto a série evoluía, o uniforme e Al/Spawn se tornaram um. Neste estágio, se você tirar o uniforme e o ectoplasma, Al nada mais é do que ossos (e talvez seja seu subconsciente se manifestando). Então para refletir isto, ele tem uma aparência mais cadavérica, mas eu planejo que seu uniforme esteja mudando para se adequar à sua natureza ou situação - mais espinhos, mais armadura, ou menos dependendo da sua situação. Todd sempre disse para tratar Spawn com uma forma que está sempre nas sombras ou em parte delas. Isto é outra coisa que estou tentando manter em mente.
NRAMA: O Palhaço parece um pouco diferente também, agora que a nova versão dele apareceu no número 167. O que você pode nos falar sobre seu novo visual?

BH: Eu sempre senti que você podia fugir do velho e gordo Palhaço, então ele nunca realmente me assustou. Por fazê-lo mais magro como arame ele parecia mais com uma ameaça. Ele realmente está mais rápido agora! E também adapta a história enquanto o Palhaço está possuindo um corpo que estava entregue à morte.

NRAMA: Enquanto este novo mundo de Spawn toma forma, nós veremos alguns personagens familiares da série? Ou alguém novo que é digno de nota?

BH: Bem, nós teremos um monte de personagens favoritos de volta: O Violador, Nyx, Ab e Zab, Mammon e em breve um novo vilão que surpreenderá todo mundo.

NRAMA: Um novo vilão?

BH: David vai me matar se eu falar sobre ele!

NRAMA: Bem, junto com a chegada de novos (e a renovação de antigos) personagens, há algumas coisas realmente assustadoras acontecendo com outras pessoas dentro do mundo de Spawn ultimamente. A mulher que arrancou a pele de seus dedos até que ficasse nos ossos era bem asquerosa. Que outros tipos de coisas bárbaras você conseguiu desenhar para a revista até aqui?

BH: Bem, uma mulher comendo a si mesma próxima da morte é bem grande aqui. Um homem fazendo sua própria mudança de sexo improvisada. Cabeças decapitadas, personagens queimando de dentro para fora, insetos, insetos e um monte de insetos...

NRAMA: Eca! Você não ficou assustado com este material quando estava desenhando?

BH: Deixe-me por desta maneira: eu não deixo meus filhos verem qualquer página que eu estou trabalhando. E não é tanto que eu fique assustado. Eu preciso equilibrar com uma luz e um livro leve do lado, eu acho.
NRAMA: Algo um pouco mais otimista?
BH: Talvez algo com calças normais e um manto.
NRAMA: Se nós virmos um anúncio seu em uma revista de super-heróis em breve, saberemos o motivo. Vamos falar sobre onde a história está no fim da edição 167. Spawn decidiu fazer algo sobre os problemas com este mundo reformado, e o Palhaço em particular. Nós veremos Spawn mais em ação agora, ou a concentração ainda está relacionada com histórias de terror?

BH: Sempre será um jogo de equilíbrio entre o horror e a ação. Eu acho que teremos uma mistura de ambos, mas às vezes terão mais ação ou menos. Na verdade, é a história que determina isto.
NRAMA: Você pode nos dar uma dica do que está por vir? Talvez nos diga o que está desenhando agora e que coisas legais estaremos vendo?

BH: Que tal o Violador? Aqui estão prévias de Spawn 168.

NRAMA: Isto poderia prender a atenção de algumas pessoas. Nós vimos algumas críticas ultimamente recomendando a nova direção do título para os leitores. Isto era o que você sentia também? Como foi a reação das pessoas viram estes números?

BH: Eu tenho brincando com David que eu fiquei feliz de pagar metade do suborno que ele tem dado para as pessoas. A reação foi inacreditavelmente positiva. Eu estou estupefato. Agora eu tenho que continuar!

NRAMA: E com isto parece ser esta atitude em direção ao Spawn porque muitos leitores atuais costumavam acompanhar a série. Mas a maioria deles longe do título por mais de uma década. Por que você acha que os fãs deveria dar uma chance ao Spawn agora?

BH: Bem, por algumas razões. Primeiro, eu não acho que há muitas revistas de horror à venda por aí que mostre a maneira como Spawn atualmente. E eu também acho que há muitos fãs de Spawn lá fora que gostariam que a revista uma vez crescesse no habitat das histórias em quadrinhos em geral (isto parece acontecer - pessoas indo e vindo em certos momentos em nossas vidas). Eu acho que se eles se encontrassem com Spawn novamente encontraria uma revista que cresceu junto com eles.

04 junho 2007

Capa e Sinopse de Spawn #174

O site oficial acaba de divulgar uma sinopse e a capa para Spawn 174, que vai contar um pouco sobre um hellspawn que pouco apareceu na revista, mas ficou bastante popular na linha de action figures: o Gunslinger Spawn.

Este Spawn apareceu pela primeira vez na saga "Temporada no Inferno", aconteceu entre as edições 117 e 12o. Nela, enquanto Spawn lutava pelo controle do Oitavo Círculo do Inferno, vários Spawn de épocas diferentes se juntava à guerra. Um deles chamava a atenção por ter pistolas e chapéu, parecendo uma espécie de cáuboi. Foi o bastante para a McFarlane Toys lançar uma action figure do personagem e batizá-lo com Gunslinger Spawn (onde Gunslinger é um pequeno revólver).


A revista será lançada nos EUA em dezembro deste ano. Aqui no Brasil a revista vai ser lançada pela Pixel Media em abril do ano que vem. Abaixo vocês conferem a capa e a sinopse.

Título: ----
História: David Hine
Letras: Tom Orzechowski
Capa: Greg Capullo
Cores: Andy Troy
Arte-final: Brian Haberlin
Desenhos: Brian Haberlin


Enquanto Spawn continua a explorar o passado, ele descobre que a influência de Mammon na família Simmons é mais antiga do que ele imaginava. O antepassado de Al Simmons era um Soldado Bufalo, mas o que aconteceu quando este herói do Velho Oeste cruzou o caminho com um emissário do Inferno? Duas palavras: Gunslinger Spawn!