16 dezembro 2008

Novas Notícias sobre Spawn e a Pixel Media

Desde o dia 11 desde mês muito estão querendo obter notícias de como será o futuro da Pixel Media após a saída de Cassius Medauar, editor que a conduziu por quase 2 anos. Alguns dias depois do ocorrido consegui entrar em contato com Odair Braz Jr., primeiro editor da Pixel. Ele me informou que sempre houve um embate entre os editores e a Ediouro, editora carioca sócia da Futuro. Ele acha que após a saída de Cassius dificilmente a Ediouro vai se manter no ramo dos quadrinhos por falta de pessoas experientes na empresa e não faz sentido continuar vendendo quadrinhos com a saída do editor. Mesmo se permanecer, talvez só lance quadrinhos sem periodicidade fixa, como Sandman e Corto Maltese. Já as séries mensais Pixel Fábulas, Pixel Magazine e Spawn dificilmente continuarão em 2009.

Sobre a multa rescisória da DC Comics sobre o não-cumprimento do contrato de 5 anos, ele acha que a Ediouro deve analisar. Se o valor da multa for equiparado aos gastos de produção dos quadrinhos, então eles devem pagá-la ao invés de arriscar lançar novas revistas já que editora está começando a decair. O mesmo vale para Spawn, já que o seu contrato é bem recente.

Também perguntei a ele sobre o que ele achava dos títulos Vertigo, Wildstorm, ABC e Spawn irem para outra editora, como a Panini por exemplo. Ele acha realmente que a editora paulista deve obter a linha adulta da DC, mas não deve lançar com regularidade, lançando apenas alguns títulos ocasionais. No caso de Spawn, ele me informou que é um produto que deve interessar às demais editoras pois na época em que ele assinou o contrato com a TMP duas outras editoras (provavelmente Panini e Mythos) estavam em disputa pela sua aquisição, porém a Pixel conseguiu levar vantagem.

Também consegui entrar em contato com o Cassius Medauar. Por enquanto ele vai realmente entrar “de férias” e continuará dando assistência à Pixel como editor freelancer, mas não estará à frente das publicações. Segundo ele, Spawn deve continuar, mas não tem certeza sobre outras publicações, como o caso de Spawn Mangá (cuja a renovação de contrato já contava com esta revista para o ano que vem) e a série Spawn: Godslayer, cujo especial foi lançado ano passado pela Pixel. Ele afirmou também que antes de sua saída, os novos volumes de Fábulas Pixel e Pixel Magazine já estavam fechados, porém ainda não sabe se serão lançados este mês.

Perguntado sobre a possibilidade dele ir para outra editora, disse que por enquanto pretende ficar com a família por um tempo. Já os motivos de sua saída realmente foi sobre não concordar com algumas políticas adotadas pela Ediouro em relação aos títulos publicados.

E por último, consegui, finalmente, entrar em contato com Dayana Faria do Serviço de Atendimento ao Consumidor da Ediouro através de e-mail. Perguntei a ela sobre os novos rumos da Pixel, a saída de Cassius Medauar e a possibilidade de falência da editora. Eis a primeira resposta oficial da Ediouro depois dos acontecimentos:

Prezado Sr. Leandro Cruz,

A Pixel continuará normalmente, mas com periodicidade de lançamentos ajustada ao momento econômico.

Agradecemos o contato e disponha sempre do nosso atendimento.

Atenciosamente,
Dayana Faria
SAC - Livros
Ediouro Publicações

Agora vem a questão: o que significa “momento econômico”? Seria sobre a crise financeira que a Pixel está começando a apresentar?

Deixo esta questão para vocês.

12 dezembro 2008

O silêncio que precede o esporro

Depois de um bom tempo sem postar, quebro a pausa pra trazer noticias nada boas. Cassius Medauar, editor da revista mensal, caiu fora. E apareceram por ai informações de que a Pixel Media vai reformular sua linha editorial. Confere esse trecho saido do Omelete:


A informação ainda carece de detalhes, mas tudo indica que as duas excelentes revistas mensais mix da editora, Pixel Magazine e Fábulas Pixel, não devem entrar em 2009. Já Spawn teve seu contrato renovado, mas a continuidade de sua publicação também é incerta.
Já que estamos no Inferno, só nos resta abraçar o capeta.

O fim de Spawn no Brasil (novamente)?

O mundo dos quadrinhos brasileiros amanheceu nesta quinta-feira, 11 de dezembro, com uma notícia que abalou todos os alicerces em que ele se sustenta: Cassius Medauar, editor-chefe da Pixel Media, eleita a melhor editora de 2007 pelo HQMix, acabava de se despedir dos leitores que o têm acompanhado nestes dois anos. Sua carta de despedida, melancólica, encheu de tristeza, revolta e incertezas que a lia no site da Pixel. O editor, que se destacou por estar sempre em sintonia com o que o fã de quadrinhos gostaria de ler, respondia a todos com maior boa vontade e sempre procurou mostrar o seu lado “fã”, deixou bem claro que por divergências estava deixando a editora. Com sua saída, tudo é incerto a partir de agora.

O leitor de quadrinhos se modernizou depois da chegada da Pixel. Pela primeira vez em muito tempo os fãs puderam ler histórias diferentes que não envolvessem personagens em roupas coloridas e sim aventuras mais adultas e instigantes. Títulos como 100 Balas, Promethea, Authority e Planetary começaram a ficar no cotidiano das rodas de HQs, quebrando Marvel/DC que parecia imperar.


Mas as coisas começaram a ficar diferentes no paraíso que era a Pixel.
Os primeiros rumores vieram com a saída de Odair Braz Jr., primeiro editor da Pixel que deixou muitos órfãos, mas que foi bravamente substituído pelo Cassius, até então editor-assistente.
O próximo golpe foi o atraso de vários títulos e cancelamento de outros. Um dos casos mais notórios foi o encadernado A Saga do Monstro do Pântano, muito aguardado pelos fãs, mas que não passou pelo número 1.

A seguir, outra baixa: André Forastieri, dono da Futuro, empresa parceira da Ediouro, acabava de vender sua parte e a editora carioca assumia 100% das ações da área de quadrinhos. As nuvens começaram a ficar cinzentas neste ponto.

O próximo golpe foi a total reformulação de quadrinhos. Títulos foram cancelados, os atrasos pareciam ser maiores e apesar das explicações de Cassius, quase todo mundo já sabia: havia algo de errado com a Pixel.

E hoje, a concretização; a editora perde um editor que fez e fará história no mundo dos quadrinhos. Nenhum editor, seja da Abril, Conrad, Devir ou qualquer outra, tenha tido o carisma e a atenção com que o Cassius nos mostrou. Além do que, junto com ele, eis uma prova do quanto a editora foi diferente das outras: este humilde escriba que tecla este texto.

Eu, que era apenas um colecionador de quadrinhos, porém profundo conhecedor do universo de Spawn, tinha acabado de assumir a comunidade Spawn Brasil quando algo terrível aconteceu: Spawn tinha sido cancelado pela editora Abril. Rapidamente organizei um movimento para fazer com que alguma editora pudesse continuar com suas histórias por aqui, mas nenhuma das grandes aceitou, até que surgiu a Pixel e continuou com as aventuras do ponto onde parou.
Na época entrei em contato com a Pixel parabenizando a iniciativa e apresentando a comunidade Spawn Brasil. Não tardou para que o Odair, junto com o Hélio Diniz, gerente de marketing da editora, me convidassem para participar de uma palestra no Barra Shopping aqui do Rio no lançamento de Spawn. Foi o primeiro salto.

O segundo foi quando o próprio Odair me convidou para fazer uma entrevista com David Hine. Nunca senti uma emoção tão grande. Eu, um nerd de plantão, acabava de ter minha primeira participação na revista! Algum tempo depois, agora com o Cassius, propus para ele uma série de matérias sobre os antigos personagens de Spawn para que os novos fãs os conhecessem. Ao invés de negar, o Cassius viu ali algo interessante e simplesmente disse: “Manda para mim pois vou publicar”.

Foi então que tive minha primeira matéria na revista, falando sobre a bruxa Nyx, De lá para cá vieram outras, mas o que importa é que o Cassius deu atenção não a um jornalista ou alguém experiente na área. Era apenas Leandro Cruz, o Leo Violador, um fã.

Hoje, sinto como parte de mim também estivesse indo embora com o Cassius, pois sei que, com sua saída, os rumos do Soldado do Inferno são incertos. Possivelmente não poderei contribuir com mais matérias para os fãs ou ter minha voz ouvida à frente dos leitores, mas desejo que o próximo editor (se houver) possa ser um décimo do que o Odair ou o Cassius foram, principalmente com minha pessoa.

O destino de Spawn é incerto. O destino da Pixel é incerto. O destino do próprio quadrinho brasileiro é incerto. Só nos resta torcer para Spawn possa permanecer no Brasil, seja na Pixel ou em outra editora onde, provavelmente, terei que recorrer a outro abaixo-assinado.
Valeu, Cassius! A equipe do Spawn Alley e os membros da comunidade Spawn Brasil deseja a você toda a sorte do mundo pois você foi um soldado (não do Inferno) que lutou o bom combate em prol do melhor para os quadrinhos. Um grande abraço

25 novembro 2008

Spawn 185 - Notícias na blogosfera


A edição 185 de Spawn, com a nova equipe criativa se esgotou logo na primeira semana, como não noticiamos nada a respeito, seguem abaixo alguns links falando sobre o re-lançamento da revista nos estados unidos, trazendo de volta o criador de Spawn, Todd McFarlane e o desenhista Whilce Portacio.

Spawn esgota nos EUA - Jovem Nerd
Spawn 185 Esgotado - Mundo Fantasma

Se alguém achar mais links pode deixar nos comentários que eu atualizo ok.




Spawn 189 - Sinopse


Escrito por Todd McFarlane e Brian Holguin, arte por Whilce Portacio e McFarlane, colorizado por Jin Han.
Jim continua lutando para lembrar de seu passado enquanto lida com o poder sombrio que agora habita dentro dele. Brigando pelo controle com a entidade de Spawn, ele logo descobre que este poder não o corrompe, o vicia.
32 paginas, 2.95 dolares, nas lojas americanas no dia 25 de fevereiro.

Spawn 186 - Preview

A Todd MacFarlane Productions  enviou ao Newsarama  as primeiras páginas de Spawn 186 que será lançada na semana que vem.
A arte de Whilce vem me surpreendendo, e os desenhos estão bem dark, seguindo a direção artística iniciada em Spawn 166 .
Nestas primeiras páginas temos a volta do Violador, que encontra o corpo do Spawn sem cabeça em um beco.
Clique aqui para visualizar a galeria no Newsarama, ou nas imagens abaixo.

24 novembro 2008

Spawn 185 - Edição Completa no Myspace

Foi disponibilizado inteiramente grátis a edição 185 de Spawn, que mostra a volta de Todd McFarlane e a sensacional arte de Whilce Portacio. Podemos ver pela primeira vez a segunda capa desta edição que foi esgotada na primeira tiragem.
Clique na imagem para ser direcionado a Spawn 185 no Myspace. (Não preciso nem dizer que tem spoiler)

19 novembro 2008

Spawn #177 – Resenha


Título: O Monstro na Bolha – Parte Dois
Roteiro: David Hine
Desenhos: Brian Haberlin
Arte-final: Rodel Noora e Brian Haberlin
Data nos EUA: Abril/2008
Data no Brasil: Outubro/2008

Sinopse: Spawn, Nyx e Marc Simmons descobrem o segredo por trás do assassino de mangakás e novos mistérios aparecem na vida do Soldado do Inferno.

Positivo/Negativo: Uma trama que estava começou bem na edição anterior infelizmente termina de uma forma simples, para não dizer até pífia. Esperávamos que um grande mistério estava por trás do jovem Kenneth e sua obsessão por mangás, mas o seu destino talvez tenha trago um pouco de decepção para quem leu a história. Também está um pouco difícil de engolir a diferença de poder entre Nyx e Spawn, que mostra-se cada vez mais poderosa. Em determinado momento Spawn pede a Nyx para criar um feitiço para hipnotizar 3 pessoas. Para quem é fã antigo, deve-se lembrar que um pouco antes da saga Temporada no Inferno Spawn leva Cagliostro para o topo de uma torre e congela o tempo! Para quem tinha tal poder, hoje ele se mostra muito aquém dos tempos áureos. Talvez seja reflexo do que nos espera a nova fase que iniciará na edição 188 com Todd McFarlane e Whilce Portacio. Tudo leva a crer que haverá uma reviravolta muito grande.

De curiosidade, só mesmo a continuação de referências do cinema e quadrinhos conforme foram vistos também na edição anterior. Em determinado momento podemos ver o pôster do filme Tomb Raider, estrelado por Angelina Jolie, e também Star Wars com uma imagem que parece ser de Hayden Christensen que interpretou o jovem Anakin Skywalker.

Para finalizar, a edição não veio mais uma vez com o Post Mortem para dar lugar à segunda parte da matéria “A Mitologia do Hellspawn” contando um pouco sobre outras pessoas que carregaram a maldição através do tempo. Desta vez eu conto as histórias do Spawn Troiano (que saiu TROAINO, desculpem o erro), Spawn Romano, Spawn Escandinavo, Vlad Tepes e Daniel Llanso. Aproveitando gostaria de agradecer a todos que têm me escrito elogiando esta série. Obrigado a todos e na edição 178 virá a terceira parte, onde contarei um pouco sobre o Spawn Medieval, um dos mais famosos hellspawns ao lado de Al Simmons.

"Adventures of Spawn" chega às lojas americanas este mês

Segundo número da revista online é impressa pela primeira vez

Este mês chega às lojas americanas a segunda parte da revista “Adventures of Spawn”, continuando o arco “Awakening War”, escrita por Jonathan David Goff e desenhada por Khary Randolph.

Para quem não sabe, Adventures of Spawn é uma revista que surgiu baseada na série 30 e 32 de figuras de ação de Spawn, onde os personagens tem aparência de desenhos animados como Liga da Justiça e X-Men Evolution.

A série começou sendo publicada no próprio site oficial como forma de divulgação da linha de figuras e logo depois teve o primeiro volume publicado nas bancas.

“Trabalhar neste projeto tem sido como um sonho que vêm à realidade”, disse Randolph. “Quando eu era mais jovem eram revistas como Spawn que me faziam querer desenhar histórias em quadrinhos como modo de vida. Assim cumprir este sonho em Spawn realmente não pode ser verdade”.

Todd McFarlane acrescenta: “É divertido ver seu personagem poder se adaptar em diferentes ambientes, estilos, mídias e/ou formatos – como uma maneira de conseguir que sua idéia chegue aos olhos dos mais novos. Adventures of Spawn é uma tentativa. Diferente do título normal, este é realmente construído em cima da palavra ‘aventura’. Junte-se a nós enquanto mergulhamos de cabeça em um mundo de Spawn diferente de outros que divulguei”.

Adventures of Spawn #2 chegará às lojas no dia 19 de novembro e custará $5,99.

Abaixo segue as informações técnicas e a sinopse

Adventures of Spawn
Número 2 – Novembro de 2008

Créditos
Título – The Awakening War (A Guerra do Despertar) – Parte 2
História – Jonathan David Goff
Letras – Ben Timmreck
Capa – Greg Capullo
Cores – Avalon Studios
Arte-final – Jon Landry, Khary Randolph, Travis Sengaus
Desenhos – Jon Landry, Khary Randolph, Travis Sengaus

Sinopse
A segunda história em quadrinhos online do Spawn.com, recolhida e impressa pela primeira vez! Seguido pela venda de Adventures of Spawn: Director’s Cut, o número 2 trás a segunda é última parte de The Awakening War; também trás

18 outubro 2008

Spawn 188 - Sinopse

Foi postado no forum oficial do Spawn.com , a sinopse da edição 188 junto com a capa.
O fim de jogo continua, durante as últimas edições, Spawn spawn passou pelas mais dramaticas experiências e reviravoltas em sua longa história. Eventos que abalaram o status quo e ecoaram das alturas do céu até as profundezas do inferno. Mas o que isso significa? Um jovem reporter segue uma pista obscura que o fará tropeçar na resposta. Por mais incrível que suas supeitas possam ser, a verdade é algo muito além de sua imaginação. História por Todd Macfarlane e Brian Holguin, arte por Whilce Portacio e Todd Mcfarlane, cores por Jin Han.
Spawn 188 chega as lojas americanas dia 28 de janeiro.

A primeira imagem é a capa que foi postada no forum, a da direita foi o Josué que conseguiu, ficamos em dúvida se é uma modificação feita por algum fã ou é a arte finalizada por computador que vai para a capa.
Como foi comentado no fórum, a capa tem um estilo bem Vertigo/Hellraiser, dando ainda mais ênfase a nova fase adulta de spawn que foi iniciada depois do armageddon.
Pelo que os fãns americanos andam comentando por lá, Whilce vem fazendo um bom trabalho com Spawn, e na minha opinião, ele tem tudo para suprir as expectativas dos fãs, além de que junto a ele está a direção criativa do próprio Todd McFarlane. Já quanto a história, só poderemos conferir quando chegar no Brasil, la pelo final do ano que vem.


30 setembro 2008

Spawn #176 – Resenha

Título: O Monstro na Bolha – Parte Um
Roteiro: David Hine
Desenhos: Brian Haberlin e Geirrod Van Dyke
Data nos EUA: Março/2008
Data no Brasil: Setembro/2008

Sinopse: Um serial killer está matando pessoas na cidade, mas a polícia não tem pistas sobre o assassino. Entra em cena Marc Simmons, um perito do FBI em traçar perfis, chamado para solucionar o caso. Nas sombras, Spawn e Nyx também tentam desvendar quem é o assassino.

Positivo/Negativo: Depois de muita espera, apreensão e medo, a Pixel Media publicou Spawn #176, que atrasou devido à renovação de contrato e também sobre as grandes mudanças editoriais, sendo que talvez a maior delas seja a da compra total da Pixel pela Ediouro, editora carioca que era parceira da Futuro Comunicações, mas com a saída desta, a Ediouro assumiu totalmente o controle das revistas. Poucos devem ter notado, mas na página de expediente da revista notem que no Comitê Executivo não consta mais o nome de André Forastieri, que representava a parte da Futuro Comunicações na Pixel. Também não consta mais o endereço da Futuro, que se localiza em São Paulo; só aparece o da Ediouro, do Rio de Janeiro. Não só Spawn, mas todas as revistas deste mês já aparecem com o novo expediente.

A história agora, voltada novamente para o presente, mostra uma história que olhando de certo ponto de vista lembra as antigas aventuras de Spawn que envolvia o sobrenatural. Depois de contar a história de um antepassado de Al Simmons, David Hine conta uma típica história policial com toques de oculto, só que ao invés de trazer Sam e Twitch ele traz Marc Simmons, irmão mais velho de Al, que nos foi mostrado nas edições anteriores (e também na minha matéria publicada em Spawn #173). Claramente a intenção de David Hine é focar a história na família de Al, e isto ficará mais explícito nas próximas edições quando será contada a história do War Spawn.

Até o momento a história “O Monstro na Bolha” não tem um grande mistério, mas o que chama atenção em primeiro lugar é a quantidade gigantesca de referências. A mais clara são as de mangás, já que o serial killer mata mangakás (artistas de manga), e em determinado momento Marc investiga o apartamento de um deles. Ao adentrar, vemos referências à Naruto (um dos maiores fenômenos dos animês e mangás da atualidade), Akira (considerado o maior cult dos animês de todos os tempos) e um boneco que lembra um pouco os do animê Gundam.
Não é de hoje que o Japão é considerado um dos maiores produtores e exportadores de quadrinhos do mundo, onde invariavelmente suas revistas vão parar na TV. Mangás como Cavaleiros do Zodíaco, Sailor Moon, Shurato, Dragon Ball, só para citar alguns, repetem e até ultrapassam o sucesso quando são transportados para os desenhos animados. Nos EUA, assim como no Brasil, muitos animês fazem bastante sucesso, e atualmente um deles é Naruto, que virou febre mundial e continua sendo publicado no Japão, além de estar produzindo novos episódios para a TV.

Outra referência, só que voltada para a tecnologia, é quando Marc utiliza um palmop para fazer uma busca na Internet. Nada de mais, se a marca do palmtop não fosse da Dell, um dos maiores fabricantes de computadores pessoais e servidores de rede do mundo, e o Google, uma das maiores ferramentas disponíveis na Internet, onde não se limita apenas ao site de busca, mas inclui ferramentas para tradução, mapas, edição de texto, etc, além de contar com os sucessos Orkut e YouTube. Dá até para pensar se McFarlane não recebeu um “jabá” para que estas duas marcas aparecessem na revista...

Em relação à arte, o artista Gerroid Van Dyke, desconhecido do grande público, continua com o seu tipo de arte pintada que nos foi apresentado na edição 174. Apesar de contar com a ajuda de Brian Harbelin, artista regular da revista, suas caracterizações e pintura são excelentes, principalmente ao tal “monstro”, que ficou bem assustador. Spawn também não fica atrás, onde cada vez menos sua aparência lembra o humano que um dia ele foi.

A única bola fora encontrada na revista foi sobre a próxima edição, que mostra a mesma capa utilizada na edição 176. Ficou estranho ler o que vai acontecer na edição 177 com a capa da edição atual. Se foi falta dos arquivos originais acho que não haveria desculpa, já que no próprio site oficial há as capas das revistas e poderia muito bem utilizá-las.

Fechando a resenha, esta edição não veio com a tradicional seção de cartas “Post Mortem” pois no lugar foi publicada a primeira parte da matéria “A Mitologia do Hellspawn”. Esta matéria, que terá cinco partes ao todo, já foi publicada aqui mesmo no Spawn Alley (o link se encontra ao lado), mas sugeri ao Cassius publicar na revista em forma mais condensada para aproveitar o momento em que David Hine está mostrando a vida de outros hellspawn. Nesta série de matérias mostrarei a história de vários destes seres, alguns bem conhecidos dos fãs (como o Spawn Medieval) e outros nem tanto (como o Spawn Zumbi). Até o momento muitos elogiaram a matéria e espero que todos tenham gostado e estejam aguardando a segunda parte. Agradeço ao Cassius pela oportunidade de ter meu material publicado.

27 setembro 2008

O novo Spawn revelado

Na revista Wizard e no site IGN foi publicado um preview da 185, mostrando o novo traço da revista mensal. Não sei vocês, mas eu estou gostando muito dessas mudanças.

Logo abaixo algumas paginas da nova arte.

E aqui, mais um video com participação do Big Todd.

ATUALIZADO. Mais duas imagens. Basta clicar para ampliar.


22 setembro 2008

EndGame - Video Blog Part 4: Todd McFarlane e mais algumas novidades

Agora é a vez do Big Todd dar as caras no video sobre a saga Endgame.



Agora algumas novidades sobre o filme do Spawn, e ainda sobre a nova saga. O Whilce foi questionado por alguns fãs e deu as seguintes respostas:


Sobre um novo filme

Naturalmente eu não posso dizer nada sobre o filme e tal, mas o que eu posso dizer é que por causa do Wanted (O Procurado) de Mark Millar ter sido avaliado como "R" (menores de 17 anos só acompanhados de um adulto), Todd agora pode fazer Spawn da forma como ele sempre quis…

O que os fãs que gostaram da recente fase podem esperar da nova fase

Então o que eu digo é que se vocês gostaram da fase de David Hine em Spawn, ótimo. Isso é um testemunho do talento de David. Mas para ser franco, Spawn é criação do Todd e ele melhor do que você ou eu sabe como o personagem pode ser aproveitado. Nós podemos gostar disso ou não. Isso é tudo... Mas vocês não podem dizer que não iremos fazer o nosso melhor. Ao meu lado temos Brian Holguin que escreveu mais histórias de Spawn do que qualquer outro escritor e, por isso, o conhece melhor do que qualquer outro escritor. E Todd, que sabe melhor do que ninguém sobre Spawn, Al, Palhaço/Violador e todo o louco universo que ele criou.


Nenhuma notícia bombástica, mas pelo menos temos uma informação de que não esqueceram do filme. E também um puxão de orelha no pessoal que estava fazendo cara feia e reclamando "Se Hine e Harbelin sair eu não leio mais". Todd é o dono da bola, do campinho, e ele que manda e escolhe como vai ser a partida. Melhor do que qualquer outro. :D

18 setembro 2008

Capa da #185 por Greg Capullo, Livro dos Mortos e capa da #187

Primeiro a mais bombástica. Como diz o Jovem Nerd: A minha cabeça explodiu!

A capa da 185 que faltava, desenhada pelo Greg Capullo.

Ele já tinha aparecido aqui antes, mas agora Book of The Dead já tem data de lançamento. 3 de dezembro nos EUA.

Será que um dia teremos ele por aqui? Escrito por Steve Niles e David Hine, com arte de Ashley Wood.



Capa de Whilce Portacio para Spawn 187, dando sequencia ao EndGame.

Vou lá buscar o babador, enquanto isso pode mandar ver nos comentários.

16 setembro 2008

Spawn 176 nas bancas

Começa a chegar às bancas do país Spawn #176, depois de mais de 3 meses de atraso, o que estava deixando os fãs apreensivos com o destino do Soldado do Inferno no Brasil. Na verdade não havia preocupação com a revista. O que aconteceu foram as mudanças que ocorreram com a Pixel Media, editora do personagem aqui no país. Entre as principais mudanças que ocorreram foram;

- Renovação de contrato com a TMP
- A compra de 100% das ações da Pixel pela Ediouro
- A saída do diretor André Forastieri
- A compra da editora Desiderata pela Ediouro
- A possível negociação da Conrad com a Ediouro

Por conta disto muitos títulos atrasaram ou estão em stand by, mas ao que parece as coisas aos poucos estão começando a se endireitarem. Com isto, Spawn chega às bancas e gibiterias trazendo a primeira parte da história "O Monstro na Bolha", escrita por David Hine e ilustrada por Brian Haberlin e Geirrod Van Dyke. Eis a sinopse da revista:
Várias pessoas estão morrendo e testemunhas oculares juram que o assassino é um fantasma. O perito forense da polícia especialista em traçar perfis, Marc Simmons, acha que sabe quem é o culpado, mas esse suspeito tem um álibi perfeito. Será que o Spawn vai conseguir solucionar o mistério do monstro na bolha?

Outra coisa legal é na revista é uma surpresa que este pobre escriba preparou com a ajuda do Cassius, mas não vou contar aqui para matar vocês de curiosidade. Depois comentem o que acharam.

Spawn #176 tem 32 páginas e custa R$ 5,90


04 setembro 2008

EndGame - Video Blog Part 2 e 3

Continuando com os videos da nova equipe, agora é a vez do Whilce Portacio, novo desenhista.



E aqui o video do novo cara responsável pelas cores da revista, Jin Han.

02 setembro 2008

Spawn 181 - Preview

A Image Comics liberou uma amostra de Spawn #181, que chegou as bancas em agosto (Postando atrasado sim). Esta revista é escrita por David Hine, com arte de Brian Haberlin e capa de Haberlin e Geirrid Van Dyke. Pelo que comentaram, veremos spawn lutar contra seu demônio interior, procurando encontrar a resposta se ele é uma força do bem ou do mal. Se for uma força do mal, Wanda morre, se triunfar o bem, este é o fim do Spawn. Parece meio exagerado, sabendo que a partir do número 185 veremos McFarlane junto com Portacio tomando as rédias da série, mas será interessante a resposta da pergunta.
E você? O que acha? Spawn é uma força do Bem ou do Mal?
Seguem abaixo as primeiras imagens:

24 agosto 2008

Sinopses e capas de Spawn 180 a 186

Com a permanência de Spawn por mais um ano no Brasil podemos aguardar grandes mudanças na revista, inclusive o início da história intitulada Spawn: Endgame (Fim de jogo), que além de reformular mais uma vez o personagem trará de volta o criador Todd McFarlane nos desenhos e na arte-final juntamente com Whilce Portacio, outro fundador da Image e criador do grupo de heróis Wetworks. Outro que volta também é Brian Holguin que escreveu a série até a edição 150 e ultimante tem escrito a série Spawn: Godslayer. Por conta disto, posto aqui as sinopses e capas das edições 180 a 186 só para terem um gostinho do que vem por aí. Portanto, quem não quiser saber algumas surpresas, não passe deste ponto, ok?

Spawn 180 – Julho/2008

Título – (sem título)

História – David Hine

Letras – Tom Orzechowski

Capa – Greg Capullo

Cores – Andy Troy

Arte – Brian Haberlin

Resumo

Spawn luta contra seu maior inimigo... ELE MESMO! Quando Al Simmons ressuscitou como hellspawn, ele ficou simbioticamente conectado ao seu uniforme nescroplasmático. Agora o uniforme se voltou contra ele e o está rasgando em pedaços...


Spawn 181 – Agosto/2008

Título – O Melhor dos Tempos

História – David Hine

Letras – Tom Orzechowski

Capa – Brian Haberlin e Geirrod van Dyke

Cores – Andy Troy

Arte – Brian Haberlin

Resumo

Spawn luta contra seu demônio interior. Ele é uma força do Bem ou do Mal? Se o mal vencer, Wanda morre. Se o Bem triunfar, é o fim de Spawn. É o que queremos dizer!


Spawn 182 – Setembro/2008

Título – Sangue Ruim

História – David Hine

Letras – Tom Orzechowski

Cores – Andy Troy

Arte e capa – Brian Haberlin

Resumo
O fim de Spawn.


Spawn 183 – Setembro/2008

Título – Transformações

História – David Hine

Letras – Tom Orzechowski

Cores – Andy Troy

Arte e capa – Brian Haberlin

Resumo

A mais impressionante revelação já vista nas páginas de Spawn! Por trás da cena da história humana, um homem esteve puxando as cordas. Agora, finalmente, os planos de Mammon se realizam mortalmente.


Spawn 184 – Outubro/2008

Título – (sem título)

História – David Hine

Letras – Tom Orzechowski

Cores – Andy Troy

Arte e capa – Brian Haberlin

Resumo

O fim de uma era. Quando Al Simmons foi assassinado, ele fez um pacto com o demônio Malebólgia e se tornou um hellspawn e assim pôde retornar da sepultura. Agora ele encara a morte novamente, e desta vez não há nada que ele possa salvá-lo das mandíbulas do Inferno.


Spawn 185 – Outubro/2008

Título – (sem título)

História – Brian Holguin e Todd McFarlane

Letras – Tom Orzechowski

Capa – Todd McFarlane (com capas variantes de Whilce Portacio e Greg Capullo)

Cores – Jin Han

Arte – Todd McFarlane e Whilce Portacio

Resumo

O marca histórica do 185º de Spawn apresenta uma nova equipe criativa e o retorno de dois fundadores da Image Comics -- Todd McFarlane e Whilce Portacio. Todd conduzirá a revista e dividirá a responsabilidade da arte com Whilce, além de Brian Holguin que retorna como escritor. Nova energia e uma direção inteiramente nova -- fique atento para o evento que vai ser tão grande quanto o número 1. Apresentando três capas variantes por Todd, Whilce e Greg Capullo.

Estamos chamando os eventos de Spawn 185 de “Fim de Jogo”. Em homenagem a este evento, estamos colocando no ar um website especial cheio de arte, previews, notícias, links e mais. Visite Endgame.Spawn.com para todos os detalhes!


Spawn 186 – Novembro/2008

Título – (sem título)

História – Brian Holguin e Todd McFarlane

Letras – Tom Orzechowski

Capa – Todd McFarlane e Whilce Portacio

Cores – Jin Han

Arte – Todd McFarlane e Whilce Portacio

Resumo

Na edição anterior tudo mudou! O mundo de Spawn foi chacoalhado pelo momento mais impressionante de dezesseis anos da série. E agora, o mistério se aprofunda... lados serão escolhidos e segredos serão revelados...



Spawn 180 em diante chegam ao Brasil em dezembro deste ano pela Pixel Media.

Pixel Media renova mais um ano de Spawn

Já há algum tempo não posto uma notícia no Spawn Alley por conta de
alguns compromissos que me impossibilitaram de procurar notícias que interessassem aos fãs, mas quando puder estarei sempre por aqui assim como estou à frente da comunidade Spawn Brasil.

Esta semana entrei em contato com o Cassius Medauar, editor da Pixel Media, e depois de dois meses de apreensão, e ele me disse que a editora acaba de renovar o contrato com a TMP por mais um ano. Ao contrário da DC cujo contrato foi de cinco anos, a renovação da revista Spawn é feita anualmente.

Também perguntei sobre a Pixel lançar outros títulos relacionados ao personagem. O Cassius me disse que está esperando a Pixel se reestruturar depois das mudanças na diretoria para pensar em lançar tais títulos. Ele achou interessante, por exemplo, a idéia de lançar Spawn: Godslayer em forma de encadernados, mas isto infelizmente só ficará para o próximo ano, assim como possivelmente Spawn: Mangá. Porém ao ser perguntando sobre ter a possibilidade de trazer este material para até o final deste ano, sua resposta foi “quem sabe?”

Vamos agora torcer tanto para a edificação da Pixel como a melhor editora brasileira quanto a permanência de Spawn no Brasil e a vinda de novos especiais para os fãs.

22 agosto 2008

Spawn 185 - Capa por Whilce Portacio

Foi revelada na Comic-Con 2008, em San Diego, a capa para Spawn 185 criada pelo novo artista regular da série, Whilce Portacio. Desenhada por Whilce, e arte-finalizada pelo criador da série, Todd MacFarlane.



Por enquanto divulgaram apenas a capa em preto e branco, vamos ver como a arte vai ficar colorida.
Agora só ficou faltando a capa feita pelo Greg Capullo, o desenhista preferido dos fãs, que também deverá desenhar uma capa para a Spawn 185, como já havia sido comentado no post Capa da #185 desenhada por Todd McFarlane.

16 agosto 2008

EndGame - Video Blog Part 1: Brian Holguin

No QG do Todd Mcfarlane, a nova equipe fez algumas reuniões para compartilhar novas ideias. Esses encontros foram gravados, e serão disponibilizados para os fãs.

Essa semana quem aparece é o escritor Brian Holguin, que já trabalhou com Spawn nas edições 71 até 150, e Spawn: The Dark Ages.

06 agosto 2008

Todd McFarlane fala sobre filme spin off do Venom

Todd falou ao Newsarama sobre o anuncio de um possível filme solo do Venom. Direto lá do Omelete:

Todd McFarlane, criador do vilão Venom ao lado de Mike Zeck (criador do uniforme negro do Aranha) e David Michelinie (roterista de Amazing Spider-Man), falou ao Newsarama sobre o comentado filme-solo do personagem.

Para o quadrinista, "ele deveria ser mais assustador do que foi em Homem-Aranha 3. Não dá pra assustar demais as crianças, porque elas adoram o personagem, mas acho que dava pra levar ele um pouco mais além".

McFarlane, no entanto, não acha que a idéia de levá-lo às telas como um anti-herói vai funcionar. "Eles tentaram isso com Mulher-Gato. Não funciona. A razão pela qual os vilões são tão legais é porque são vilões. No momento que você tenta humanizá-los vira um fracasso. A redenção de um vilão nunca é tão legal quanto deixá-lo ser quem é", explica. "Só vai funcionar se o personagem for mantido mau. Don Corleone e Tony Soprano são exemplos de personagens humanos que despertam simpatia apesar de sua vilania. Será que dá pra levar essa mentalidade ao Venon e fazê-la funcionar? Ou melhor deixá-lo simplesmente ruim?"

29 julho 2008

BBB :: Best Blogspot Brasil (Meme)

Como todo mundo sabe, o SpawnAlley é hospedado no blogspot, a plataforma para publicação de blogs do google.
Um dos blogs mais influentes da Blogspotsfera é o UsuárioCompulsivo, do meu amigo Compulsivo, ele lançou um meme para indicar os 3 melhores blogs que usam o blogspot. Como o assunto acaba fugindo um pouco da nossa linha, irei indicar os três melhores blogs do blogspot sobre quadrinhos. Segue a lista:

Tiras Snoopy (Peanuts) - Este é o blog do Josué, que também escreve aqui no SpawnAlley. Nele você pode encontrar as tirinhas do snoopy traduzidas.

Catapop - Informação e superpoderes. Site do Mestre Chang e do Marlo sobre cultura pop, quadrinhos, música e cinema. Entre, leia e deixe um comentário!

Torre Titã - Esse pessoal vem fazendo um magnífico trabalho informando os fãs dos novos titãs sobre as novidades das revistas, spoilers, sagas entre outros assuntos.

26 julho 2008

Nova mini série da Image: Image United

Foi anunciada na San Diego Comic Con a mini série "Image United". Prevista para o ano que vem, conta com a participação de Marc Silvestri, Erik Larsen, Jim Valentino, Rob Liefeld, Whilce Portacio, e Todd McFarlane. Além do novo sócio da Image, Robert Kirkman. Inicialmente Jim Lee não participará por causa de suas obrigações com a DC.

O diferencial da revista é que cada artista desenhará sua criação na mini série, algo inédito. Kirkman será o coordenador do projeto, juntamente com o editor da Image Eric Stephenson. Ele confirma a presença de Cyberforce, Witchblade, Youngblood, Savage Dragon, Spawn, ShadowHawk e Fortress(a nova criação de Whilce Portacio).

Kirkman também explicou que a revista usará o universo Image, podendo ter personagens coadjuvantes de Spawn ou Savage Dragon, por exemplo. Maiores detalhes só no futuro.


Agora minha opinião. Salve Robert Kirkman. O cara está levando força nova pra Image com suas histórias, e agora com seus projetos como novo sócio.

Clica na imagem ali de cima pra ver um exemplo dos personagens juntos, cada um desenhado por seu criador. E vai dizer que não tá muito bom aquele Spawn desenhado pelo Todd. Cara, volte pra série mensal depois da fase Whilce. :D

22 julho 2008

Capa da #185 desenhada por Todd McFarlane

Senhoras e senhores, muito antes do que imaginava, surgiu a capa da edição #185. E desenhada por quem? Pelo Todd. :D


Parece que o velho logotipo vai voltar. Abaixo os detalhes da edição. Opiniões nos comentários são sempre bem vindas.

SPAWN #185 – GEM OF THE MONTH
Argumento: TODD McFARLANE & BRIAN HOLGUIN
Arte: WHILCE PORTACIO & TODD McFARLANE
Capa: TODD McFARLANE
Capas alternativas: WHILCE PORTACIO, GREG CAPULLO