25 março 2008

Entrevista com Cassius Medauar

Olá, pessoal! Venho hoje com uma agradável surpresa: o malebólgico editor de Spawn no Brasil, Cassius Medauar, nos concedeu esta entrevista em que abordo vários assuntos polêmicos como scans, planos para Spawn, quadrinhos e filme. Confira abaixo a entrevista:

Bom dia, Cassius. Primeiramente gostaria de parabenizar pelo excelente trabalho que vem fazendo na Pixel Media, e a primeira pergunta é justamente sobre isto: o que é preciso para que uma revista seja publicada hoje pela Pixel Media? O sucesso em revistas especializadas, opinião própria dos executivos ou o pedido dos leitores?

Cassius Medauar: Obrigado pelo elogio. Bom, tem que ter muita gente pedindo, estar liberada pra ser publicada por aí e também nós precisamos enxergar viabilidade econômica pro material. É um pouco de tudo que você colocou na sua pergunta.

Há algum tempo atrás, como você deve saber, publicávamos scans no blog. A pedido do Odair (editor de Spawn no Brasil na época) todos os scans foram retirados. Como é a relação hoje da Pixel Media em relação aos scans? Seria como a do Dan Didio (editor da DC Comics nos EUA, que já falou que não vê problema nenhum, assim como o editor da HQ Maniacs)? Uma grande parcela dos leitores atuais de HQ’s voltou a ler por causa dos scans (eu sou um), e também devido ao forte investimento da indústria cinematográfica na área de comics. E qual seria a opinião pessoal do Cassius fã de quadrinhos?

Olha, acredito que de certa maneira o scan pode ajudar um ou outro leitor a voltar a colecionar, mas a base de leitores hoje no Brasil já é tão pequena que se houver scans do que já saiu disponíveis por aí tenho certeza que menos gente ainda vai comprar as revistas nas bancas e a tendência é que o nosso mercado acabe. Mas tenho consciência que é algo impossível de se parar e que vai continuar existindo. A indústria precisará aprender a conviver com isso.

Esta pergunta já foi respondida no Orkut, mas vou fazê-la novamente apenas para ficar claro para quem não leu na comunidade oficial. Atualmente a Pixel Media possui os direitos de Spawn no Brasil, mas e quanto ao desenho animado, ele poderia ser lançado? E quanto à linha de bonecos? Não seria um mercado a ser aberto mesmo que fosse terceirizando os brinquedos e utilizando-se da publicidade da revista? (que, aliás, já possui propaganda dos brinquedos que são lançados nos EUA).

Não temos direitos nem do desenho animado nem dos bonecos, não temos experiência com esses produtos e nem teríamos como tratar eles bem por aqui. Especificamente sobre o desenho, o contrato não é negociado só com a empresa do Todd e sim com a Warner Bros. também. Já quanto aos brinquedos, já tem uma importadora trazendo eles para cá.

Cassius, depois que a Pixel Media adquiriu os direitos da Vertigo e da ABC (duas linhas mais adultas da DC Comics), os planos para lançamentos do Spawn foram alterados ou tudo continua dentro dos planos? Ao acessarmos o site oficial do Spawn, podemos notar uma grande quantidade de revistas que não foram lançadas no Brasil. A Panini (editora que detém os direitos da Marvel, Top Cow e DC no Brasil) vem lançando muitas linhas de encadernados, como por exemplo, The Darkness, Grandes Clássicos DC, entre outros. Haveria alguma chance de ocorrer algo assim com estes títulos que os fãs tanto aguardam?

Não, os planos de Spawn foram mantidos, o que faz a gente mudar ou não os planos é o aumento ou a diminuição nas vendas. Spawn: Godslayer foi bem e isso nos faz pensar em investir em outros lançamentos. Mas a revista mensal do Spawn segue apenas com venda média, por isso tomamos cuidado quando pensamos em lançar mais produtos. Estamos tentando melhorar distribuição, fazer mais publicidade pra ver se essas vendas aumentam e tenhamos mais segurança em lançar outros títulos de Spawn, inclusive em encadernados, por exemplo.

A Pixel Media continuou a numeração a partir da edição 151, mas nas últimas edições que contém algumas matérias sobre alguns personagens que andavam sumidos (Nyx, Ab e Zab), constam apenas ilustrações da nova fase. No encadernado de Armagedom, não foi lançada a edição de número 150 (o inicio da saga). Agora a pergunta: isto é uma decisão editorial ou os números antigos da revista antes da edição 151 não podem ser reproduzidos pela nova editora?

Sim, podem, mas foram decisões editoriais e comerciais. No caso das matérias, teríamos que pedir as imagens e na correria de trabalho que estamos não teríamos tempo. Já no encadernado, ele foi feito a partir de edições já publicadas por nós, pra colocar a 150 teríamos que assinar um contrato pra publicar essa edição, imprimir só ela e juntar com as outras, um trabalho que não valeria a pena.

Falando das matérias das últimas revistas, elas foram baseadas em pesquisas feitas pelo Leo Violador, velho conhecido dos fãs do Spawn no Brasil, tanto pela comunidade do Orkut quanto aqui pelo blog. Sou há muito tempo colecionador de HQ’s e é a primeira vez que vejo uma editora fazer algo deste tipo, sem ser aqueles desenhos horríveis da década de 80 a nanquim que os leitores mandavam. Como a Pixel e os editores enxergam esta parceria com os fãs, que a meu ver só vem a aumentar a qualidade da revista mensal?

A Pixel Media sempre procurou ter uma relação aberta e de confiança com os seus leitores, por isso sempre respondemos e-mails, temos sessão de cartas e o nosso site/blog (www.pixelquadrinhos.com.br) com espaço para comentários. A idéia de utilizar a ajuda de fãs ocorreu por absoluta sobrecarga de trabalho. Achei que seria interessante pegar as informações de um fã que manja muito para me ajudar a levar mais informações a outros fãs. Fizemos isso no encadernado do Constantine também.

Finalizando, desejo que 2008 seja um ano de grandes lançamentos, não só para Spawn, mas para toda a linha editorial. Já virei fã de todas as revistas, do mix Pixel Magazine, dos encadernados e edições especiais da Pixel Media e recomendo a todos.
Deixo espaço agora para você mandar uma mensagem a todos os fãs do Spawn e de bons quadrinhos e se possível adiantar alguma novidade (exclusiva) para este ano.

Bom, agradeço a oportunidade da entrevista, espero que esteja gostando do nosso trabalho. Peço que não desistam de Spawn e que apresentem o personagem e a revista a amigos e conhecidos. Apenas com boas vendas da revista e dos especiais poderemos manter e aumentar o número de títulos do Soldado do Inferno aqui no Brasil. Infelizmente não tenho nenhuma novidade fechada ainda, mas estamos negociando pra trazer mais coisas boas este ano. Abraços a todos.

Entrevista concedida a Juliano (Alt3rna)

20 março 2008

Spawn Origem 2 já começa a ser vendido

Spawn Origem 2, que dá continuidade ao primeiro encadernado lançado pela Pixel mostrando as primeiras aventuras do Soldado do Inferno, já começa a ser oferecido em algumas lojas online e há a expectativa de sua chegada nos próximos dias. Como já foi falado antes, esta encadernado virá com as edições 6, 7, 8 e 10 (as duas últimas escritas por Alan Moore e Frank Miller, respectivamente), além de alguns extras.
Se você não aguenta esperar, pode começar a encomendar pelo site da Comix - http://www.comix.com.br/ - pelo preço de capa, R$ 32,90

17 março 2008

Spawn 179

SPAWN #179
Escrita por DAVID HINE

arte por BRIAN HABERLIN

capa por GREG CAPULLO


Spawn enfrenta seu maior inimigo... Ele mesmo! Quando Al Simmons foi ressuscitado como uma cria do inferno, ele ficou conectado simbioticamente com sua roupa feita de necroplasma vivo. Agora a fantasia se rebelou contra ele, e o está dividindo em pedaços...


Novo wallpaper de Ashley Wood

O site Cultureboom anunciou mais um wallpaper para os fãs deSpawn. Esta imagem é da série Hellspawn, os desenhos do Ashley Wood são bastante usados para papeis de parede.
Clique na imagem para ver maior, ou para escolher outros tamanhos visite o link do papel de parede no site do cultureboom.



"Adicionando a nossa prestigiada série Coleção Ashley Wood área de trabalho, nõs oferecemos mais esta ilustração direto das paginas de Hellspawn desenhado por Ashley Wood"

16 março 2008

Nova Mini-Série de Sam e Twitch em Italiano

Sam e Twitch retornam aos seus próprios quadrinhos em uma perturbadora mini-série de quatro partes programada para ser lançada em junhoSam e Twitch: The Case of the Writer (O Caso do Escritor). A dupla tem que lutar contra um jornalista que maneja uma faca tão bem quanto uma caneta. Trazido até você pela estrela dos quadrinhos italianos Luca Blengino (argumento), Luca Erbetta (desenhos) e Fabio Bono (arte-final)
Os dois Lucas – Blengino e Erbetta – têm feito alguns quadrinhos de crime incríveis, e com o estilo de Geoff Darrow, eles trazem algo verdadeiramente único aos nossos detetives favoritos.
Teremos mais detalhes mais tarde, então fique ligado aqui no Spawn Alley. Por enquanto, dêem uma olhada nas páginas da revista.
Clique abaixo para ver as imagens:

09 março 2008

Capas de Spawn 173 e Spawn Origem 2

A capa de spawn origem é mesmo aquela que o léo violador havia falado, apenas com a colorização melhorada.
Já quanto a spawn 173 não havia muito mistério, a capa é a mesma da americana.
É muito bom o trabalho que a pixel vem fazendo com as capas e todo o material que vem publicando, quem não se lembra da época da abril, quando eles usavam como capa alguma página interna, mas isto é assunto para outro post....
Segue abaixo as capas e um resumo da 173:

"Um Conto de Três Irmãos", Al Simmons se torna um assassino sangue-frio, enquanto seus irmãos seguem seus próprios caminhos, um se torna um homem da justiça, o outro mergulha fundo no vício das drogas e no colapso mental. Enquanto as memórias voltam, Spawn começa a entender que não foi acidente ele ter se tornado uma cria do inferno.


08 março 2008

Capa de Spawn Origem 2?

Alguém que não se identificou fez um comentário que a imagem abaixo poderia ser a capa do spawn origem 2.
O que vocês acham?
Eu curti, bem melhor que a original.
Clique para ver maior.

Preview Spawn # 176

Nesse mês nos EUA tem a edição número #176 "The Monster in the Bubble, Part I". Depois do arco sobre o Gunslinger, confira o preview da história com arte de Brian Haberlin e Geirrod Van Dyke.





Spawn #172 – Resenha

Título: Um Conto de Três Irmãos Parte 3 – Pecados Passados
Argumento:
David Hine
Desenhos: Brian Haberlin
Cores:
A
ndy Troy
Sinopse:
o devorador de pecados extrai da mente de Richard sua infância e adolescência ao lado de seus irmãos Marc e Al e os problemas que aconteceram com a chegada do Sr. Malefick, o que oc
asionou na morte de uma pessoa.
Positivo/Negativo:
a nova fase de Spawn, criada por David Hine e Brian Haberlin dividiu as opiniões dos fãs brasileiros. Enquanto alguns elogiaram a fase mais sombria, com toques de terror japonês, outros execraram pois não há o brilhantismo do passado quando Greg Capullo e Todd McFarlane dividiam a revista. Mas com a chegada da saga atual, Um Conto de Três Irmãos, parece que as coisas começaram a engrenar, mais particularmente esta terceira parte que mostra o passado de Al Simmons. Muitas pessoas questionavam a falta de informações de como foi a vida de Al, quem foram seus pais, como ele chegou ao Serviço Secreto etc. Embora várias coisas fossem mostradas em flashback, houveram poucas histórias contando sobre sua vida anterior à sua morte e ressurreição, e talvez seja isto que fez com que Spawn 172 fosse elogiada por grande parte dos fãs, mas esta não foi a única coisa.
A história mostra a diferença entre os irmãos Simmons. Marc, mais responsável, já mostrava um lado mais sério que o levaria a ingressar o FBI futuramente. Al desde pequeno já mostrava seu lado mais tempestuoso, que não se abalava diante de qualquer coisa, mesmo que envolvesse a morte. Já Richard mostrava traços mais indecisos e submissos, o que facilitou com que o Sr. Malefick (vulgo Mammon) o levasse para o mundo das drogas, acreditando que ele fosse o “Escolhido” para levá-lo à conquista do mundo. Aliás, aqui percebemos que Mammon têm se esforçado por longos anos para que seu sonho de ser o Senhor da Criação. Apesar de ele só ter aparecido muitos anos depois do início da saga de Spawn, vemos que ele tem agido na surdina, sempre observando Al como um cientista observa uma cobaia. E nos próximos meses iremos muito além, pois veremos que Mammon e a maldição do Hellpsawn está presente na família Simmons há muito tempo. David Hine contou uma história usando bastante o terror psicológico. Apesar de não ter cenas sanguinárias (fora a dissecação do gato), o conto mostrou um terror que há bastante tempo não víamos na revista. E a maioria dos fãs realmente concorda com isto. Sobre Brian Haberlin, não muito o que acrescentar, mas posso destacar um ponto que percebi que foi a falta de quadro de repetições. Esta técnica, que é muito comum entre alguns desenhistas, consiste e ter dois ou três quadros com o mesmo fundo (talvez usando um scanner para copiar) apenas desenhava os personagens em posições diferentes. Angel Medina, desenhista até a edição 150, fazia muito isto e ia além, pois até os personagens eram descaradamente copiados em vários quadros. Tudo bem que é uma técnica para cumprir prazos apertados, mas a impressão que temos é a de um “desenhista preguiçoso”. Não é o que acontece com Brian Haberlin, pois veja a página 8 onde Mammon aparece sentado na poltrona e note que, apesar de ser a mesma cena em dois quadros, as sombras e traços são bem diferentes, o que mostra que Haberlin não é nenhum preguiçoso. Outra coisa bem legal são as cenas de close que são bem detalhadas. Na página 7, quando Doninha fala com Richard, o jogo de luz e sombras são muito boas, e isto tem acontecido várias vezes na saga atual. Sobre a edição brasileira, a Pixel mais uma vez fez um trabalho muito bom e até onde eu li, não vi erros de português e concordância como foi visto em edições passadas, mostrando que a preocupação com a revisão começa a fazer efeito. Na seção Bastidores tivemos a prévia da edição 174, onde teremos o arco que mostra o Spawn Pistoleiro (Gunsliger Spawn) com uma bonita arte pintada de Bing Cansino e Geirrod Van Dyke. Esta edição chegará em maio no Brasil. Na seção de cartas o destaque fica por conta dos comentários sobre Spawn: Godslayer retirados da comunidade Spawn Brasil, o que causou surpresa em todos que tiveram seus comentários publicados (inclusive eu!). No mês que vem teremos Spawn 172 com o final do arco Um Conto de Dois Irmãos, e já para adiantar, a edição virá com uma matéria especial escrita por mim contando a vida de Marc Simmons, onde faço um resumo de uma história sobre publicada em um número de Curse of the Spawn que não foi publicado no Brasil. Até lá!

03 março 2008

Novidades sobre Spawn - Origem 2

Hoje eu conversei com Cassius Medauar, editor da Pixel Media, a respeito de Spawn - Origem 2, que chegará este mês às bancas. Eis abaixo algumas das informações EXCLUSIVAS fornecidas para o Spawn Alley, além de outras que já foi divulgadas em outros sites:

- O encadernado virá com as edição 6, 7, 8 (escrita por Alan Moore) e 11 (escrita por Frank Miller). Não teremos as edições 9 (de Neil Gaiman) e 10 (de Dave Sim) por problemas com direitos autorais.

- Em compensação, Cassius preparou uma matéria para a edição contando o que aconteceu nas duas edições citadas. É uma espécie de resumo para quem nunca leu as edições 9 e 10. Mas a matéria não virá com imagens, por causa do mesmo problema de permissão.

- A encadernado terá introdução exclusiva para o Brasil de Brian Haberlin, editor de Spawn e desenhista da revista nos EUA.

- A história da edição 11 terá uma página a mais. Isto se deve ao fato de que na edição original, uma das páginas era de propaganda. Para que o encadernado não viesse com uma página a menos, foi adicionado esta nova página, mostrando um pouco mais da luta entre as gangues. Ao que parece, é bem no começo.

- A capa do encadernado será a da edição número 2 original, só que totalmente recolorizada. Segundo Cassius, "nem parece a do original".

- Ainda não há preço definido, mas deve vir abaixo do preço de Spawn - Origem 1, já que terá menos páginas.

- Assim como Origem 1, este encadernado terá as capas originais das histórias que compõem a edição.

Estas são alguma das informações. Agora é só esperar pelo encadernado, que chega no final de março, e que tem tudo para ter o mesmo acabamento excelente do primeiro. Fique abaixo com a imagem original da edição 2, que será a capa de Spawn - Origem 2.


01 março 2008

Wallpapers das edições 175, 179, 180 e 181

Estão disponíveis no site oficial, papeis de parede das edições 175, 179, 180 e 181 da revista Spawn. Cuidado pois as imagens (ou textos) podem revelar detalhes futuros da história, caso não queira ficar sabendo antes.