22 janeiro 2007

A Mitologia do Hellspawn

O hellspawn é um soldado que está sendo treinado para compor o exército do Inferno contra as hostes do Céu na apocalíptica batalha entre o bem e o mal chamado Armagedom. A palavra hellspawn pode ter duas traduções: Hell (Inferno) e Spawn (cria, filhotes oriundos de ova, prole) pode ser lido como cria do Inferno ou filhote infernal; porém também pode ser lido como Hell’s Pawn. Pawn significa peão, No jogo do xadrez, o peão é uma peça de movimento limitado, a qual se desloca só para frente, de casa em casa e sua função é proteger peças importantes como a rainha. Pawn também pode ser traduzido como fantoche, títere e também como um soldado de infantaria. Então uma tradução completa para Hellspawn ou Hell’s Pawn seria “um ser que foi criado no Inferno para ser um soldado que é manipulado e descartado a fim proteger seus superiores”.
Mas um exército não é feito de apenas um soldado, assim como um tabuleiro de xadrez não é feito apenas de um peão. Durante a saga de Spawn vimos que Al Simmons tem sido o hellspawn mais importante da história pois é ele é o ponto de equilíbrio entre o Céu e o Inferno, mas ficou-se sabendo que ele não foi o único a receber o fardo da maldição. Vários homens também morreram e fizeram pactos em troca de servir Malebólgia na sua infantaria. Portanto, eis aqui uma descrição de todos os hellspawns que já apareceram no título regular ou em séries relacionadas. Alguns já apareceram no Brasil, outros são desconhecidos do grande público, mas os relatos abaixo serão importantes para todos conhecerem um pouco sobre a mitologia do hellspawn.

Spawn Anjo (Spawn Angel)


Spawn Zumbi (Zombie Spawn)

Raenius, o Spawn da Era Mitológica

Romm, o Spawn Neanderthal

Yagher Dien, o segundo Spawn da Era das Trevas

Spawn Troiano

O Spawn Romano

Nordik, o Spawn Escandinavo

Vlad Tepes, Spawn o Empalador

Daniel Llanso, o Spawn Apocalíptico

Ipsissimus

Spawn Medieval

Iain Covenant, o Cavaleiro Negro



Outros hellspawns apareceram muito rapidamente na série principal ou em títulos coligados. Quando Spawn foi levado para o Elíseo para servir de testemunha de defesa de Ângela, ele se deparou com a máscara e a capa de um hellspawn morto pela caçadora e pendurados em sua sala de troféus. A julgar pelo tamanho da máscara e fazendo uma proporção com as medidas humanas, é possível supor que este hellspawn possuía o tamanho equivalente a 16 metros, a maior cria do Inferno já registrada até hoje.
Quando a bruxa Nyx desceu ao Inferno para resgatar a alma de sua amiga Thea, ela roubou os poderes de Al Simmons e incorporou a seu corpo e tornando-se momentaneamente em uma hellspawn, sendo conhecida como Mulher Spawn. Apesar de ela não ser uma hellspawn propriamente dita, foi a única mulher vista até hoje com os poderes do necroplasma.
Na Maldição do Spawn 12 podemos ver um hellspawn com crifres brigando com o Violador por ter sido acusado de roubar em jogo de pôquer, mas ambos são enxotados pelo poderoso anjo Abdiel, que tornou-se uma espécie de controlador do local. Não sabemos quem é aquele hellspawn ou de onde veio, mas ele alegava ser o mais poderoso de todos.
Na época em que Spawn se envolveu na guerra pela disputa do cargo de Senhor do Oitavo Círculo devido à morte de Malebólgia alguns hellspawns apareceram. Além de Lorde Iain Covenant (Spawn 118) também tivemos a aparição de um chamado Ulrich Ulfson. Não sabe que tipo de hellspawn ele era, mas pela aparência deve-se tratar de outro Spawn Viking, que se encontrava sobre um barco despedaçado ao lado do corpo de sua esposa em meio a um mar revolto. Outro que também apareceu foi Harun-Al-Majnun, que podemos supor que seja um Spawn Árabe, que montado sobre seu cavalo infernal tentou impedir a destruição de sua cidade, Balakesh de seres parecidos com demônios, mas não conseguiu. Não podemos esquecer também da multidão de hellspawns que apareceram no final da edição 119. Alguns são do passado, outros do futuro e outros até mesmo alienígenas, mas por enquanto continuam sem nome ou descrição.